Ervideira facturou 2,3 milhões em 2017

A Ervideira registou um crescimento de 15% em 2017, tendo atingido os 2,3 milhões de euros em facturação. O resultado líquido será superior a 10% do total do volume de negócios, assegura o produtor de vinho em comunicado.

As vendas aumentaram sobretudo nas gamas premium e super premium, tendo as referências Invisível, Conde D’Ervideira e Vinha D’Ervideira surgido em destaque. A Ervideira atribui os bons resultados também ao “notável comportamento das Ervideira Wine Shops”, cuja facturação aumentou em 20% face a 2016.

Em termos de exportações, verificou-se uma subida de 10%, apesar da redução do número de garrafas vendidas no exterior. A justificação é simples: também na exportação, os vinhos das gamas mais altas foram os mais procurados.

Duarte Leal da Costa, director executivo a sócio maioritário da Ervideira, avança que o plano para 2018 está totalmente traçado. Serão lançados vinhos de agricultura biológica e construído um pavilhão de enoturismo. Além disso, será renovada a aposta nos vinhos estagiados debaixo de água.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O Jim não é humano mas já é o melhor recrutador do maior banco de Singapura
Automonitor
Escapadinhas: Avis lança a campanha “Weekend XXL”