EMEL desvenda nova aplicação do ePark

Já está disponível a nova aplicação da EMEL, a ePark, que permite ao utilizador pagar o estacionamento com recurso ao smartphone, que conta com várias novidades face à versão anterior.

Algumas das novidades consistem na incorporação de um serviço de geolocalização, que permite ao utilizador saber o local exacto onde estacionou o veículo, e a possibilidade de inserir várias matrículas na aplicação.

Depois de dois meses a ser testada por 300 utilizadores, a nova aplicação já se encontra disponível para iOS, Android e Windows. Para usufruir da mesma, o utilizador terá de efectuar um carregamento entre 10 e 100 euros e inserir a matrícula da sua viatura. Ao pagar o estacionamento por uma hora, o utilizador será avisado quando faltarem 10 minutos para o fim do pagamento, podendo, caso entenda, prolongar o tempo de estacionamento.

«É uma aplicação bastante intuitiva e de fácil utilização. Além disso, o utilizador pode interromper sempre que quiser o tempo de estacionamento, fazendo com que apenas pague o tempo em que efectivamente tiver o automóvel estacionado», refere João Dias, administrador da EMEL.

Actualmente a ePark conta com 100 mil utilizadores, com a maioria a migrar para a nova aplicação. O administrador da empresa revela ainda que entre 11 e 12% dos pagamentos são já efectuados através da aplicação.

A aplicação continuará em desenvolvimento pelo que em breve deverão surgir outras novidades. Entre elas estão a possibilidade de efectuar pagamentos via PayPal, disponibilizar a app para smartwatches e estender o serviço aos parques concessionados pela EMEL.

Texto de Rafael Paiva Reis

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão