EDP recupera monumentos em Trás-os-Montes

ALI387_1024x768_2A EDP anunciou que irá investir 1,58 milhões de euros na requalificação de monumentos localizados em Alijó, Carrazeda de Ansiães, Mirandela, Murça e Vila Flor, municípios abrangidos pelo Aproveitamento Hidroeléctrico de Foz Tua. Os trabalhos terão início ainda este ano e deverão estar concluídos em 2015.

O plano foi formalizado na passada sexta-feira com a assinatura de um protocolo entre a Direcção Regional da Cultura do Norte, a EDP – Gestão da Produção de Energia e a Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua – Associação ADRVT.

O protocolo prevê a requalificação do Santuário do Senhor de Perafita, a ponte e via medieval de São Mamede de Ribatua (ambos localizados em Alijó), a Capela da Misericórdia de Murça (Cabeço da Mina, concelho de Vila Flor), o Castelo de Ansiães e a Igreja da Lavandeira (ambos no concelho de Carrazeda de Ansiães) e outros monumentos no município de Mirandela.

“A Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua, enquanto entidade promotora do desenvolvimento regional do Vale do Tua, colaborará com a DRCN nas diferentes fases do projecto, por forma a potenciar a oferta patrimonial da região”, informa a EDP em nota de imprensa.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal