E, agora, a Nobre entra nos… queijos

Conhecida pela charcutaria, a Nobre prepara-se para entrar nas casas dos consumidores portugueses também através da categoria dos queijos: a partir de agora, é possível encontrar nos supermercados queijo em cunha fatiado da Nobre em duas variedades – Queijo de Cabra e Queijo Curado. A marca quer ser mais do que fiambre, presunto ou salsichas e transformar-se numa marca alimentar de referência a nível nacional.

A campanha que dá a conhecer a novidade tem como mote “Nobre Queijo Casa Sempre Bem” e mostra como a novidade vai bem com as propostas de charcutaria da insígnia, mas também com pão, tostas, uvas ou mel. Com conceito criativo desenvolvido pela agência McCann, planeamento de meios da OMD e comunicação a cargo da Lift Consulting, a campanha está presente em mupis, doormedia e plataformas digitais.

Lia Oliveira, directora de Marketing da Nobre, explica à Marketeer que a aposta nos queijos está relacionada com a vontade de antecipar tendências e necessidades dos consumidores. A responsável adianta ainda que estão a ser preparados novos produtos nesta categoria e que inovação continuará a ser palavra de ordem

Tradicionalmente a Nobre é uma empresa de charcutaria. Por que é que faz sentido, agora, apostar em queijos?

A inovação faz parte do ADN da Nobre e é por isso que há mais de 25 anos apostamos em surpreender os consumidores nacionais através do desenvolvimento e lançamento de produtos que antecipam e vão ao encontro das suas necessidades. Este foco na inovação está muito patente no nosso portefólio de produtos que tem vindo a ser alargado com novas soluções e agora também com a entrada numa nova categoria – a dos queijos – que casa perfeitamente com as categorias de charcutaria que já temos disponíveis. A inclusão deste novo produto na nossa oferta reflecte a nossa missão junto dos consumidores portugueses: desenvolver novos e deliciosos produtos alimentares, que explorem novas tecnologias e técnicas tradicionais, antecipem as tendências e respondam às necessidades do consumidor actual, em qualquer que seja o segmento alimentar.

Qual a origem da matéria-prima para esta nova categoria de produtos?

A origem da nossa matéria-prima é um factor crucial para a garantia de qualidade dos nossos produtos, pelo que os nossos esforços passam por garantir que a origem da mesma assegure os mais elevados padrões de qualidade e sabor.

A produção é assegurada inteiramente pela Nobre ou recorrem a terceiros?

Temos parceiros seleccionados com os quais trabalhamos e que obedecem aos mais elevados padrões de qualidade e segurança. Toda a produção é controlada e supervisionada pela Nobre, pois só desta forma conseguimos garantir a entrega com toda a qualidade e rigor ao qual já habituámos os portugueses.

Estão a ser lançados dois produtos na categoria de queijos. É de prever o alargamento da gama de produtos a breve prazo?

O nosso objectivo é continuar a inovar nas nossas gamas. O nosso compromisso é, assim, levar à mesa dos portugueses inovação e qualidade com a assinatura Nobre. É por essa razão que diariamente trabalhamos para a satisfação dos nossos clientes e isso significa ter a capacidade de surpreendê-los. Estamos sempre atentos às tendências de mercado e de consumo e no futuro iremos continuar a inovar nesta nova categoria, com novas e deliciosas surpresas.

Estas duas variedades foram lançadas com embalagens de 200 gramas. Estão previstas outras quantidades do mesmo produto?

Para esta gama esta é a quantidade que nos parece melhor responder àquelas que são as necessidades actuais do consumidor. O momento típico de consumo deste produto é em grupo o que nos fez optar por embalagens de maior dimensão. No futuro pode fazer sentido a produção de outras quantidades do mesmo produto, caso se verifiquem alterações nos comportamentos de consumo e hábitos alimentares e se a procura por parte dos consumidores for significativa.

De que maneira é que está a ser feita a promoção dos novos produtos em ponto de venda?

Acabámos de lançar uma forte campanha que tem por base mupis, doormedia e activações digitais. Esta campanha vai estar no ar cerca de um mês e pretende dar a conhecer aos portugueses o novo produto. Para além desta campanha vamos ter várias acções em ponto de venda, nomeadamente degustação em loja, showcookings, campanha de media instore e uma forte actividade promocional.

O conceito da campanha “Casa Sempre Bem” foi a primeira proposta da agência ou houve que afinar a proposta inicial?

O conceito da campanha “Casa Sempre Bem” foi a primeira proposta criativa desenvolvida pela agência McCann e foi aquela que desde o início sentimos que era a ideal para a campanha. O conceito realça a ligação perfeita dos novos queijos com as categorias onde já estamos presentes, assim como com os vários momentos de consumo, convívio e partilha do dia-a-dia – que é exactamente a mensagem que queremos passar.

Quanto representa este lançamento no orçamento global de marketing de Nobre para este ano? É o maior lançamento do ano?

Este lançamento que representa uma fatia considerável do nosso investimento em marketing em 2019. No entanto, estamos a preparar novas surpresas para os consumidores nacionais e em breve teremos mais novidades.

Ao nível digital, vão recorrer a influenciadores para comunicar a novidade?

Não vamos ter influenciadores como embaixadores da campanha. No entanto, vamos fazer uma activação offline com um grupo seleccionado de influenciadores ao qual lançámos o desafio para fazerem uma prova cega com amigos e família, de modo a poderem ver as diferentes reacções quando provam o novo produto da Nobre. A ideia deste desafio surgiu por este ser um produto que foge um pouco às categorias que o consumidor associa à Nobre. O queijo é um produto inusitado dentro do nosso portefólio e por isso estamos curiosos em relação às reacções que nos vão deixar através dos hashtags #NobreQueijoCasaSempreBem e #nobre.

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
AUTOBEST 2020: Novo Opel Corsa é um dos finalista