Crítico literário avalia catálogo Ikea

O catálogo da Ikea tem mais de 220 milhões de cópias, porém, nunca foi alvo de comentário ou análise mais profunda. É esta a premissa de que parte Hellmuth Karasek, crítico literário alemão e protagonista do mais recente anúncio para a divisão suíça da marca sueca.

Classificar o catálogo de livro talvez seja um exagero mas é assim que o crítico o descreve, preparando-se para a avaliação da edição de 2016. Ainda assim, como talvez fosse de esperar, Hellmuth Karasek, começa por apontar logo o exagero de imagens e a parca quantidade de palavras.

São quase cinco minutos com críticas constantes, não fosse esse o seu trabalho. «É um romance mobilado», explica Hellmuth Karasek, e que nos diz «como dormir e como não dormir», entre outros comentários.

Este livro deve ser lido?, questiona o crítico em jeito de conclusão. «Lembro-me de uma citação de Goethe: “O que serve a um poderá não servir a todos”. Pelo que cada um deve fazer o que cada um deve fazer. A campanha conta com a criatividade da Wirz Werbung Zürich.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo