Central de Cervejas compra Água Castello

A Água Castello tem um novo proprietário. A Sociedade Central de Cervejas e Bebidas (SCC) adquiriu 100% do capital da Mineraqua Portugal, que detém a concessão e a marca Água Castello, a um grupo de investidores privados liderado pela Capital Criativo.

“A aquisição da concessão e da marca Água Castello fortalece a presença da Central de Cervejas no mercado das águas minerais naturais em Portugal”, indica a empresa em comunicado. O portefólio de águas da Central de Cervejas já contava com as marcas Luso e Cruzeiro – a empresa detém também as insígnias Sagres e Bandida do Pomar e distribui marcas como Heineken, Desperados ou Strongbow.

A Água Castello vendeu cerca de cinco milhões de litros no ano passado, o que representa uma quota de cerca de 7% em volume do mercado das águas com gás em Portugal (dados da AC Nielsen). A unidade de enchimento da marca fica em Pisões, Moura, no Alentejo.

Nuno Pinto de Magalhães, director de Comunicação e Relações Institucionais da SCC, adianta à Marketeer que a Mineraqua Portugal continuará a ser uma empresa independente, ainda que no seio do grupo. No mesmo sentido, não estão previstas mudanças tanto a nível de comunicação como de distribuição, sendo o objectivo reforçar a presença da marca nos mercados onde já está presente e explorar outras potenciais geografias.

O responsável conta ainda que a aquisição de Água Castello é fruto da oportunidade de integrar no portefólio uma marca icónica e com uma herança reconhecida. É também uma nova arma para concorrer numa categoria em crescimento como a das águas, complementando a oferta actual da SCC. Nuno Pinto de Magalhães sublinha ainda o facto de Água Castello disponibilizar somente embalagens de vidro, característica diferenciadora e que também teve peso na decisão tomada.

A história de Água Castello começa em 1899, quando foi assinado o primeiro contrato de concessão para a exploração da água mineromedicinal da Vila de Moura. O acordo estabelecido com a Câmara Municipal de Moura marcava o arranque da marca, que no mesmo ano lança a água mineral natural gaseificada Água Castello através da empresa Águas de Moura (detida pela Assis e Companhia).

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
EDP e Galp lideram índice de sustentabilidade Dow Jones
Automonitor
Combustíveis a caminho do maior aumento em 8 meses