Benetton quer emancipar mulheres no Paquistão e Bangladesh

O novo projecto de sustentabilidade da Benetton, integrado no seu Programa de Emancipação da Mulher (WE), tem como destinos o Paquistão e o Bangladesh. A marca italiana de moda quer reforçar o compromisso relativamente ao seu papel na emancipação da mulher e, para isso, desenhou um plano com base nos objectivos de desenvolvimento sustentável definidos pela ONU para 2020.

Com a duração prevista de dois anos, o projecto tem como missão oferecer melhores condições às mulheres que trabalham em casa no Paquistão e às mulheres que trabalham no sector do Vestuário Pronto-a-Vestir no Bangladesh. No primeiro caso, a Benetton espera impactar cerca de 1500 mulheres, ajudando-as a obter documentos de identificação, necessários para votar, abrir uma conta bancária e aceder a cursos de formação.

Já no Paquistão, a marca tenciona ajudar entre cinco mil e seis mil mulheres, através da organização de cursos que reforcem as suas aptidões profissionais e aconselhamento sobre produtos financeiros em bancos locais.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Primeiro Porsche 911: Uma obra-prima alemã