Artista português critica abusos do turismo em Espanha

A exploração desequilibrada dos recursos naturais, horários de trabalho com mais de 12 horas, salários muito abaixo do limite legal e a falta de regulação do mercado laboral são alguns dos problemas em destinos turísticos espanhóis apontados por Hugo Israel. O artista português quer alertar para o abuso do turismo no país e, para isso, fez o que melhor sabe: arte.

Hugo Israel criou uma toalha de praia com uma dimensão de 30 por 14 metros e colocou-a em exposição numa praia em Maiorca. A intervenção artística, denominada “Paraíso Asfixiado”, pretende servir de símbolo dos aspectos negativos do turismo de massas não regulado.

«A saturação causada pelo turismo a nível de concentração de pessoas e consumo de recursos vem alterar a qualidade de vida dos habitantes locais, bem como a experiência dos próprios turistas», refere o artista em comunicado.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Acompanha aqui o lançamento oficial do Sapo Prime, uma nova forma de comprar conteúdos jornalísticos
Automonitor
Europa: Vendas da Hyundai superam mercado