Apple não quer perder o comboio do vídeo

O vídeo está a dominar a Internet e a empresa da maçã não quer ficar para trás. Num novo esforço para alavancar a marca nas redes sociais, a Apple está a desenvolver uma aplicação de edição e partilha de vídeos. Segundo a agência Bloomberg, o lançamento está previsto para 2017.

De acordo com a mesma fonte, o crescimento do negócio de hardware da Apple tem vindo a abrandar e Tim Cook, CEO da empresa, encara os serviços (como a Apple Store ou o iCloud) como um dos segmentos que pode contrabalançar essa quebra. Ora, o vídeo é um formato que tem vindo a ganhar cada vez mais protagonismo no mundo digital – em particular nas redes sociais – e a Apple não quer perder o comboio.

A nova aplicação, que está ainda em fase de desenvolvimento, destina-se precisamente à geração que não vive sem serviços como o Snapchat ou o Instagram. A app permitirá aos utilizadores gravar vídeos, aplicar filtros ou animações (tal como o Snapchat) e enviá-los directamente para os contactos no telemóvel ou partilhá-los nas redes sociais.

Ainda de acordo com a Bloomberg, o objectivo da empresa é que a aplicação possa ser usada apenas com uma mão e que os vídeos possam ser gravados, editados e partilhados em menos de um minuto. Em pelo menos um dos protótipos já desenvolvidos, a Apple testou a possibilidade de gravar os vídeos num formato quadrangular – à semelhança do Instagram. Também ainda não é conhecido se a aplicação terá que ser descarregada através da App Store ou se será integrada na câmara do iPhone.

Esta não é, contudo, a primeira vez que a Apple procura desenvolver um serviço vocacionado para o espaço digital, sendo que a empresa já teve, inclusive, uma má experiência no passado: em 2010, lançou lançou o Ping, uma rede social baseada no iTuens, mas sem sucesso. Agora, a Apple parece pronta para encetar novo esforço nas redes sociais.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Acompanha aqui o lançamento oficial do Sapo Prime, uma nova forma de comprar conteúdos jornalísticos
Automonitor
Europa: Vendas da Hyundai superam mercado