António Maçanita: o irrequieto fazedor de vinhos

Num cruzamento de castas de sempre com novas técnicas de produção, António Maçanita tem construído vinhos diferenciadores. O resultado é o crescimento superior a 20% ao ano em valor e uma facturação perto dos três milhões de euros. A próxima aposta chama-se enoturismo.

Texto de M.ª João Vieira Pinto

É fácil perceber que António Maçanita está no vinho como na vida. É um fazedor irreverente que se alicerça no passado para fazer o futuro, ou não fosse o próprio um amante de História e contador de histórias. E o que explica, em parte, o perfil diferenciador dos vinhos que cria: primeiro no Alentejo, depois no Pico, mais tarde no Douro, ou nos vários projectos onde empresta consultoria.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Setembro de 2019 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal