92% dos portugueses espera conteúdos relevantes das marcas

Experiências interessantes, úteis ou que proporcionem momento de entretenimento fazem parte das expectativas dos portugueses em relação às marcas: 92% espera que as marcas lhes disponibilizem conteúdos relevantes. A utilidade da informação é o aspecto vais valorizado (86%), de acordo com o estudo “Meaningful Brands 2019”, à frente da capacidade de facilitar o dia-a-dia (77%) e da recompensa pela fidelização (76%).

Os portugueses valorizam também conteúdos que inspirem novas ideias (73%) e que tenham uma vertente educacional (71%), bem como conteúdos que sejam provedores de entretenimento (70%).

Contudo, a realidade não cumpre as expectativas: mais de três quintos dos conteúdos são considerados pobres, irrelevantes e incapazes de responder aos desejos dos consumidores. O mesmo estudo, elaborado pela Havas Media Group Portugal, indica ainda que existe uma correlação de 72% entre a eficácia dos conteúdos e o impacto das marcas no bem-estar das pessoas.

Tendo em conta os seis papéis que os conteúdos podem desempenhar, o “Meaningful Brands” revela que Google, Delta e Audi são as marcas que melhor cumprem o propósito de informar. No que respeita educar, a Google, YouTube e Audi vão à frente. No papel de ajudar, surge novamente a Google, ao lado da Apple (mobile devices) e da Mercedes-Benz.

Por outro lado, a Apple (mobile devices), Mercedes-Benz e Delta são as marcas que mais inspiram. A Apple (mobile devices), Jogos Santa Casa e Delta são as que mais recompensam a fidelização dos consumidores e o YouTube, Super Bock e Apple (mobile deviceS) as que mais entretêm.

Por sector, Automóvel, Bens de Consumo, Bebidas, Telecomunicações e Internet&Media são aqueles que registam maiores níveis de eficácia nos seus conteúdos.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva