58% dos portugueses diz ter comportamento sustentável

O programa de sustentabilidade “Sharing Beauty With All” da L’Oréal já permitiu reduziu em 56% as emissões de dióxido de carbono do grupo, apesar de a produção ter aumentado 26% nas fábricas. O grupo já conseguiu também reduzir em 45% a água consumida e em 31% o desperdício ambiental.

Em Portugal, o programa também está a ser implementado, tendo por base a mesma premissa: a de que é possível conciliar o crescimento do negócio com a melhoria das condições de vida das comunidades mais desfavorecidas, ao mesmo tempo que se reduz o impacto ambiental das operações.

«Esta é uma estratégia assumida como estrutural pela administração do grupo, com impacto directo em todos os países onde actuamos, nos produtos que desenvolvemos, nas matérias-primas que integramos, na forma como nos relacionamos com as nossas comunidades e no dia-a-dia de todos nós», afirma Inês Caldeira, country manager da L’Oréal Portugal.

Por cá, promover formação e emprego, bem como solidarity sourcing, e reduzir a poluição e utilização de recursos naturais é o compromisso de sustentabilidade assumido. Entre as iniciativas levadas a cabo contam-se o projecto “Embeleza o teu Futuro”, a transformação da sede da empresa num edifício sustentável e a campanha “Hora do Sol Saudável”.

Os portugueses são sustentáveis?

Um estudo realizado pela Annalect, NetSonda, C-Lab e Ipsos indica que a maioria dos portugueses assume um comportamento sustentável e responsável nas suas compras. Inês Caldeira sublinha que «existe um número crescente de consumidores conscientes da importância de prosseguir esta transformação e mais uma vez os portugueses não são excepção».

De acordo com o estudo, 80% dos portugueses diz estar informado sobre o tema do desenvolvimento sustentável e 58% assume um comportamento sustentável no seu dia-a-dia. Deste universo, 73% refere ser um comportamento adoptado recentemente. Realizado sob o mote “A relação dos portugueses com a naturalidade”, concluiu ainda que o conceito de naturalidade nem sempre é claro para os portugueses: 86% associa a questões relacionadas com benefícios de saúde e 82% associa a questões ambientais.

Sobre as opções de consumo, 70% considera ter a responsabilidade de comprar produtos e serviços que são bons e não prejudiciais para o ambiente. No que diz respeito aos artigos de beleza, 15% dos portugueses assume adquirir frequentemente produtos de cosmética natural e 44,3% diz que gostaria de o fazer mais frequentemente.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?