Todos os caminhos vão dar… à Zambujeira do Mar

swArranca amanhã oficialmente – com a recepção ao campista – a 18ª edição do festival MEO SW que entre, recebendo na Herdade da Casa Branca nomes como Dimitri Vegas & Like Mike, Martin Garrix, Jay Hardway e Pedro Cazanova. Nos dias que se seguem, entre quarta e domingo, há muita música nacional e internacional para ouvir no Alentejo. Ellie Goulding, Miguel Araújo, Gentleman, Sebastian Ingrosso, Alesso, Jamie Cullum, Kura e David Guetta são apenas alguns dos que vão passar pelos palcos da Herdade da Casa Branca

A Meo promete, à semelhança do passado e aliando a vertente tecnológica à animação, ter cobertura wi-fi em todo o recinto do festival, permitindo que os festivaleiros acedam de forma gratuita ao serviço wi-fi do Meo, sem terem de procurar pontos específicos para aceder à Internet.

Ainda no recinto do festival é disponibilizado o serviço de carregamento de baterias com cerca de 500 pontos de carregamento.
Entre as acções de activação do Meo, os festivaleiros podem contar com a oferta de t-shirts grafitadas por artistas de arte urbana e com o convite para tirarem uma fotografia de 180 graus, tendo como cenário de fundo todo o palco MEO e o recinto do festival.

Já o Moche, a marca sub-25 do universo PT vai ter três espaços distintos: o Moche Random Spot consiste numa caravana Moche que vai estar no campismo a dar animação e a oferecer brindes; o Moche Scad Dive que convida todos os festivaleiros a saltarem para a rede Moche, uma grua com 45 metros de altura, com uma rede suspensa (o salto é filmado e os participantes podem depois partilhar essa filmagem nas redes sociais); e a Tenda Moche Room, que começa as noites como segundo palco e passa depois para o registo de tenda electrónica.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Uma causa global debatida em três países em simultâneo
Automonitor
Torres Vedras já tem autocarro 100% elétrico