Quartéis de bombeiros recebem emissão da RFM

Um mês depois de Portugal ter sido alvo, uma vez mais, de incêndios de grandes proporções, a RFM vai para a rua para garantir que ninguém se esquece do que aconteceu. “É preciso não esquecer” é, de resto, o mote da iniciativa que vai tirar do estúdio toda a equipa da estação.

A visita ao Portugal ardido começa hoje: entre as 13h e as 17h, Paulo Fragoso vai estar em reportagem com Catarina Figueiredo no quartel dos bombeiros de Abrantes. Amanhã, a RFM segue para Lousã e no dia seguinte para o Fundão.

No dia 16, será a vez de Oliveira do Hospital, e, no dia 17, de Carregal do Sal, onde terminam as emissões especiais.

Em comunicado, a RFM explica que passar pelas regiões afectadas é também uma forma de ajudar a revitalizar. “Toda a equipa da RFM vai estar no Portugal ardido, lembrando que todas estas zonas existem, que todas estas zonas têm pessoas que vivem nessas regiões, que existe um Portugal que merece a visita de todos, um passeio, uma recordação, um tempo.”

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...