Publicidade gera 85% das receitas do Facebook

markOs documentos que o Facebook entregou nesta quarta-feira para dar início ao processo de entrada em Wall Street revelam alguns dados financeiros até então mantidos em segredo pela maior rede social do mundo, que se vê agora obrigada a prestar contas ao mercado e a convencer potenciais accionistas.

A futura cotada da praça bolsista norte-americana – que responderá pela sigla “FB” – registou, no ano passado, mil milhões de dólares de lucro (aproximadamente 759 milhões de euros), o que representa um aumento de 65% face aos 606 milhões de dólares arrecadados em 2010, de acordo com os dados apresentados pelo Facebook à Securities and Exchange Commission (SEC), o regulador do mercado bolsista norte-americano, citados pelo Wall Street Journal.

Em 2011, as receitas da tecnológica totalizaram 3,71 mil milhões de dólares (ou 2,82 mil milhões de euros), sendo que 85% provieram de publicidade. Este montante representa um aumento de 88% face ao ano anterior, mas fica bastante abaixo de uma estimativa do analista de mercado eMarketer, que apontava para receitas no valor de 4,27 mil milhões de dólares.

Segundo os dados apresentados pelo Facebook no âmbito do processo de registo em bolsa, a tecnológica fechou o ano com um total de 845 milhões de utilizadores, mais 39% em relação a 2010. Para este ano, algumas estimativas que têm sido ventiladas pela imprensa internacional apontam para que a rede social ultrapasse os mil milhões de utilizadores, ou 14% da população mundial.

A divulgação destes dados financeiros serve também para aliciar potenciais investidores. De acordo com a imprensa internacional, a oferta pública inicial (IPO, na sigla inglesa) apresentada pelo Facebook na passada quarta-feira, a maior de sempre no sector da Internet, pode render entre cinco mil milhões de dólares e 10 mil milhões de dólares, cerca de quatro vezes superior ao valor que a Google arrecadou quando se estreou em bolsa, no ano 2004.

A abertura de capital ao mercado pode ainda avaliar a maior rede social do mundo entre 75 mil milhões de dólares e 100 mil milhões de dólares, tornando-a num dos pesos pesados do mercado bolsista norte-americano. Resta apenas saber se a empresa, sediada em Palo Alto, California, será cotada na bolsa de valores New York Stock Exchange ou no índice tecnológico Nasdaq.

Números do Facebook


1.
12% da receita de Facebook do ano passado proveio de jogos e aplicações produzidos pela Zynga

2. A cada 24 horas, são “postadas” 250 milhões de fotos;

3. Diariamente, são contabilizados 2,7 mil milhões de likes e comentários

4. 28 milhões de dólares foi o valor gasto pelo Facebook com publicidade em 2011

5. O site concentra hoje 17,7% das receitas de publicidade online, mais do que a Google (9,3%), a Yahoo (13,1%) e a Microsoft (4,9%)

6. Até ao final de 2012, essa percentagem subirá para os 28%

7. Em Dezembro, a rede social deverá concentrar 1/6 da receita publicitária dos EUA

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual