Mais de 60% dos portugueses tem vontade de ajudar os pequenos negócios

Grande parte dos portugueses (66%) acredita que o confinamento veio provar a importância dos pequenos negócios locais, com mais de metade a sentir falta de visitar este tipo de estabelecimentos durante a quarentena. Agora que já reabriram, 40% dos portugueses dará prioridade a compras em pequenas marcas e negócios de bairro.

Estas são algumas das conclusões do estudo elaborado pela Vistaprint para analisar a recuperação de pequenas empresas em período pós-confinamento. Depois de inquirir mil portugueses, a fornecedora de produtos de marketing e serviços revela ainda que mais de 80% optou por consumir produtos ou serviços de pequenos negócios locais como forma de apoio à comunidade e à recuperação da economia.

Interacção com os donos e colaboradores dos estabelecimentos e apoio ao cliente mais directo são os aspectos de que os portugueses sentiram mais falta quando se viram impossibilitados de visitar o comércio local – mesmo nos casos em que a relação se manteve via redes sociais e email marketing.

A Vistaprint sublinha ainda que o período pós-confinamento é sinónimo de novos hábitos de consumo e de adaptações: mais de 60% dos portugueses terá mais cuidado com os gastos devido ao impacto da pandemia, com pouco mais de um terço dos mesmos a assumir que teve de cancelar férias como consequência da pressão económica.

Entre aqueles que continuam a consumir, nota-se também uma migração para o digital. O mesmo estudo indica que mais de 40% dos inquiridos faz compras online e que, por isso, as plataformas digitais devem ser intuitivas e proporcionar experiências de compra simples e agradáveis. Destaque ainda para is 38% que assumir dar mais atenção a marcas que comunicam nas redes sociais, via email marketing ou outros canais digitais.

«Durante o confinamento, mais de 50% dos proprietários de pequenas empresas articularam a sua abordagem com quase duas vezes mais PMEs a vender online como consequência directa do COVID-19», comenta Simon Braier, director de Costumer Strategy da Vistaprint. Agora, segundo o responsável, para facilitar a recuperação, os donos de PMEs estão focados nas medidas de segurança para tranquilizar os clientes mas também na adaptação dos modelos de negócio.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...