Jornal Público entra em processo de rescisões

Os trabalhadores do Público têm até 6 de Janeiro para aderir ao programa de rescisões que o jornal abriu, visando uma nova reestruturação da empresa. No comunicado enviado aos funcionários, a que a Lusa teve acesso e reportado pelo jornal Expresso, a administração refere as dificuldades por que a publicação tem passado e a necessidade de reduzir custos.

A solução passa, para já, por um programa de rescisão voluntária que permitirá aos trabalhadores saírem da empresa em condições financeiras mais favoráveis do que as previstas na lei, segundo o mesmo documento. O objectivo da empresa deverá ser concluir o processo em questão até ao dia 15 do mesmo mês.

Contudo, outras mudanças estão previstas para o Público. Em Janeiro, a revista 2 chegará ao fim, pelo menos na sua versão impressa.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)