Gastos em experiências de realidade virtual aumentam

Os consumidores a nível mundial deverão gastar 299 milhões de dólares (249 milhões de euros) em experiências de realidade virtual. A previsão é da Futuresource Consulting e diz respeito a este ano. Se avançarmos algum tempo, para 2022, os gastos previstos aumentam para 809 milhões de dólares (674 milhões de euros).

De acordo com um estudo realizado pela consultora, as experiências de realidade virtual baseadas em localização (LBVR) em centros comerciais, parques temáticos e cinemas estão a crescer em popularidade. Empresas como a Zero Latency (presente em Portugal), ForNext e ILMxLab da Disney estão a “mostrar que as LBVR são um negócio viável para investimento, que claramente despertam a curiosidade dos consumidores mainstream”.

Este tipo de actividades podem servir como ponto de partida para a disseminação da realidade virtual junto de um público mais alargado. Desta forma, os consumidores que tenham interesse em experimentar esta nova tecnologia não têm de adquirir equipamentos próprios. Basta dirigirem-se a uma empresa que promova entretenimento com base em realidade virtual para algumas horas de diversão.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?