Está a pensar mudar de operadora? Saiba a melhor forma de o fazer

Várias operadoras de telecomunicações têm vindo a anunciar aumentos nos preços das suas tarifas, sendo que em alguns casos esta subida chega perto dos 8%. Perante o cenário de inflação generalizada, a novidade tem tudo para deixar os consumidores insatisfeitos muitos  com dificuldade em “encaixar” estes novos preços no seu orçamento mensal.

Como tal, e se está a pensar mudar de operadora, a Selectra, empresa especializada na comparação de tarifas, elaborou um guia onde indica o que deve fazer para mudar de companhia e que tipo de abordagem deve ter para conseguir negociar as condições actuais do seu pacote.

  • Verificar se o seu período de fidelização ainda está a decorrer é a primeira coisa que deve fazer antes de iniciar qualquer tipo de troca de serviço, isto porque a maioria tende a incluir 24 meses obrigatórios de permanência. Se já tiver ultrapassado esta data, pode mudar de operadora quando quiser, no entanto, se ainda se encontrar dentro deste limite terá de continuar a cumprir esse contrato, salvo raras excepções, como:
    • Se tiver contratado um serviço por telefone ou online há menos de 14 dias, sendo que até esse limite, pode cancelar a sua adesão sem qualquer tipo de custo;
    • Em caso de situação de desemprego, alteração de residência, emigração ou falecimento do titular;
    • A operadora não respeitou ou alterou os termos do contrato sem o aviso prévio de 30 dias

Nestes casos, o que tem de fazer é enviar uma carta registada com o seu número de cliente e de contribuinte, detalhando os motivos pelos quais quer rescindir do contrato e os documentos que comprovem a sua situação. Por exemplo, em caso de desemprego, o comprovativo de inscrição no centro de emprego, e, no de emigração, a cópia do novo contrato de trabalho.

  • Depois de ter confirmado esta situação, o segundo passo é comparar as ofertas axtuais do mercado e perceber qual a mais indicada para si. Pode realizar este processo de forma independente ou contar com ajuda de plataformas que lhe auxiliam nesta tarefa, mas em qualquer um dos casos deve reflectir sobre quais os serviços (TV, Net ou Voz) de que realmente necessita e qual o serviço de internet que garante melhor cobertura na sua morada (satélite, ADSL ou fibra).
  • Depois, chega o momento de contratar a nova operadora. O processo é bastante rápido, podendo realizá-lo por telefone ou numa loja física, não se esquecendo, contudo, de cancelar o contrato que tinha com a empresa anterior. Ainda assim, se pretender ficar com o mesmo número de telefone terá de pedir a sua portabilidade. Esta, por sua vez, deve ser pedida junto da nova companhia e assim que o processo se encontre finalizado, o novo cartão SIM ser-lhe-á enviado para casa.

Dicas para negociar as condições do pacote

Num mercado que está em constante mudança não é de estranhar que os benefícios oferecidos por uma empresa caiam em desuso e sejam rapidamente superados por novas propostas. É por esse motivo que muitas vezes ligam aos seus clientes a oferecer novos descontos ou serviços adicionais, com o objectivo de os manter interessados e de prolongarem o seu período de fidelização. Porém, a Selectra salienta que esse é um jogo que pode funcionar para ambas as partes.

  • Tente trocar um serviço por outro

    Suponha que o pacote que tem contratado inclui um serviço que não lhe interessa propriamente, mas que a sua operadora tem ofertas de canais exclusivos aos quais gostaria de ter acesso. Experimente propor-lhe esta troca! É certo que poderá encontrar resistência ao princípio, mas desde que os serviços sejam equiparáveis, tem espaço de manobra para conseguir um bom acordo.

  • Renegocie as características do seu pacote perto do final do período de fidelização

    Na hipótese de estar a chegar ao final do período de fidelização e considerar que os preços e as condições do seu pacote de telecomunicações são obsoletos face às novas oportunidades do mercado, volte a renegociar o seu contrato. Nesta altura, a sua operadora tem uma maior preocupação em captar o seu interesse e, por isso, esta é uma boa oportunidade para lhe expor as suas necessidades.

     

  • Realce o seu tempo de permanência na sua operadora actual
    Se o seu tempo de permanência numa determinada operadora já for longo, sirva-se desta vantagem para conseguir baixar o valor da mensalidade ou para ter acesso a mais benefícios. Pelo menos, tentar não custa.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados

Comentários estão fechados.