E da uva se fez cerveja em Palmela

Não é vinho a nova bebida a sair da Adega de Palmela. O produtor da margem Sul do Tejo juntou-se à cervejeira Aldeana para lançar duas cervejas de uva, feitas a partir da fermentação híbrida de mosto de uvas portuguesas e de cereais.

Este tipo de cerveja é denominado Portuguese Grape Ale e agora pode ser encontrada em duas novas variantes: Aldeana de Cacho Branco Moscatel e Aldeana de Cacho Rosé Castelão. Ambas resultam da partilha de conhecimento e experiência do enólogo Luís Silva e do cervejeiro Miguel Cáceres.

«Esta fusão da indústria cervejeira com os vinhos foi um desafio superado com sucesso. Desta parceria resultou um produto exclusivo que desde início deixou muita curiosidade e que no final superou com destaque esta experiência única», comenta Luís Silva, em comunicado.

Aldeana de Cacho Branco Moscatel é uma cerveja com mosto de uva branca da casta Moscatel Graúdo da Adega de Palmela, aromas frutados, notas de mel e passas de uva a que se junta a profundidade de uma base de estilo Saison, de inspiração belga. A terminar, um final vínico duradouro.

Já a Aldeana de Cacho Rosé Castelão parte do mosto de uva desta casta tinta, caracterizada por uma forte acidez e aromas de cereja, groselha e framboesa, para se transformar numa cerveja de base sour, de acidez moderada, refrescante, sem amargor e pintada em tons rosé.

Miguel Cáceres considera que as duas cervejas representam «o aprofundar de uma relação de amizade já anterior, contribuindo para a criatividade e dinamismo da Aldeana, aproveitando o prestígio e qualidade dos vinhos da Adega de Palmela». Além disso, a parceria permite solidificar a posição da Aldeana enquanto cervejeira regional da península de Setúbal.

As cervejas Aldeanas de Cacho vão estar disponíveis na loja online em da marca de cerveja e, ainda, na loja física da Adega de Palmela.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...