Consumo de conteúdos: passamos mais de 6 horas online

O consumo diário de conteúdos online rondava as 3 horas e 17 minutos, antes da pandemia de COVID-19. Agora, a média a nível mundial duplicou para 6 horas e 59 minutos, de acordo com um estudo elaborado pela DoubleVerify. A empresa dedicada à medição de media analisou os hábitos digitais de mais de 10 mil consumidores de França, Alemanha, Espanha, Reino Unido e EUA e descobriu que parte deste crescimento se deve ao aumento da utilização de dispositivos de televisão conectada (CTV).

A ascensão de plataformas como Apple TV ou Google Chromecast está a contribuir para que o número de horas passadas e consumir conteúdos online aumente: 46% dos inquiridos usa mais CTV agora do que antes da crise sanitária. Juntam-se ainda aqueles que passaram a dedicar mais tempo às redes sociais: 48% afirma usar mais plataformas como o Instagram ou Twitter.

Ainda assim, o maior crescimento em termos de interesse da audiência cabe ao YouTube. De acordo com o mesmo estudo, 43% dos consumidores está a passar mais tempo nesta plataforma de vídeo. Olhando exclusivamente para a faixa etária dos 18 aos 24 anos, o TikTok é o que mais cresce.

O contexto importa

A DoubleVerify concluiu também que o contexto é muito importante para os internautas, com 55% a afirmar que haveria uma probabilidade menor de comprar um produto promovido junto a notícias consideradas de alguma forma provocatórias. Por outro lado, 67% considera que é mais provável olhar para um anúncio exibido num site de informação de confiança.

A categoria de Alimentação e Bebidas pode ter ainda mais a ganhar com este cuidado com o contexto, já que 68% dos inquiridos afirma que é mais provável interagirem com anúncios deste tipo que apareçam ao lado de conteúdos relacionados com receitas ou críticas a restaurantes, por exemplo. No geral de todas as categorias, 48% garante que as probabilidades de engagement melhoram quando os anúncios surgem junto a conteúdos relacionados.

Numa altura em que o consumo online dispara, os anunciantes encontram nestas plataformas um bom canal de comunicação, mas têm de ter uma estratégia pensada. Os consumidores mostram-se abertos à publicidade online e 44% garante mesmo já ter experimentado uma nova marca depois de ter visto um anúncio.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...