Windows 8 não anima vendas da Microsoft

A Microsoft anunciou que vendeu cerca de 60 milhões de actualizações e licenças para o seu novo sistema operativo Windows 8 nas dez semanas desde o seu lançamento, em Outubro passado.

Os números revelam que o volume de vendas do Windows 8 está, nesta fase incial, praticamente em linha com as vendas do seu antecessor, o Windows 7, lançado em 2009, adiantou a Chief Financial Officer (CFO) da Microsoft, Tami Reller, durante o Consumer Electronics Show (CES), que decorre em Las Vegas, citada pela agência Reuters.

A Microsoft já tinha anunciado vendas na ordem dos 40 milhões de licenças do Windows 8 no primeiro mês no mercado. Isto significa que, desde o final de Novembro até agora, a empresa vendeu, ao todo, cerca de 20 milhões de licenças do novo sistema. Valores que estão muito próximos do ritmo de vendas que a tecnológica norte-americana conseguiu, no passado, com o Windows 7, que vendeu, em média, 19,4 milhões de unidades por mês durante os primeiros nove meses em que esteve no mercado.

Segundo a agência Reuters, os números representam, pois, um “começo sólido, mas não extraordinário” da principal referência da Microsoft no mercado, que não conseguiu, até ao momento, contribuir para revitalizar o mercado dos computadores pessoais, que tem perdido consumidores para o mercados dos dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Desde o lançamento do Windows 8, a 26 de Outubro de 2012, as acções da Microsoft já desvalorizaram cerca de 6% em bolsa.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...