Vhils encerra colecção de aniversário da Topázio

Já é conhecida a peça em prata que Vhils criou para celebrar os 140 anos da Topázio. A revelação aconteceu no Museu da Misericórdia, no Porto, onde está patente a exposição “Topázio – 140 anos de Prata” que conta ainda com a participação de artistas como Joana Vasconcelos, Nuno Baltazar e Nini Andrade Silva.

Com o nome “Tempus Fugit”, a peça desenhada por Vhils é uma reinterpretação do Jarrão D. João V. O autor explica, em comunicado, que esta peça «pretende sublinhar a dimensão transitória do ciclo da vida, apresentando-se como um memento mori moderno capaz de induzir a contemplação e reflexão, reduzindo os conceitos de excepcionalismo, luxo e beleza mundana a um denominador comum de pendor simbólico».

Por seu turno, Rosário Pinto Correia, administradora da Topázio, realça a forma como exposição reflecte o caminho que a marca quer seguir: «não perdendo a sua base tradicional, mas tendo os olhos postos na arte urbana, nas tendências emergentes, no design e na decoração do futuro».

A exposição pode ser visitada até 4 de Janeiro do próximo ano.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...