Super Bock Super Rock reforça infra-estruturas

super2É o tudo por tudo para que a próxima edição do Super Bock Super Rock decorra sem sobressaltos. Depois da crise “Prince” em 2010, Unicer e Música no Coração juntaram-se para reavaliar processos e melhorar o evento, que se mantém no Meco.

Por um lado, o cartaz deste ano apresenta-se «fantástico» mas mais equilibrado, conforme refere Luís Montez (Música no Coração). Para evitar picos de afluência e desfasar entradas e saídas no recinto. «Em três palcos acima de tudo alternativos, a programação dos horários teve como objectivo, por um lado evitar sobreposições dos concertos mais apetecíveis e, por outro, escalonar o fluxo de saída do recinto», explica.

Além disso, os principais responsáveis foram buscar ajuda para melhorar acessibilidades e estacionamento nesta 17.ª edição, nomeadamente a TIS -empresa de consultoria que se dedica à investigação e desenvolvimento do conhecimento, aconselhamento e planeamento na área dos Transportes e Mobilidade.

A zona de parqueamento foi ampliada e melhorada, tendo sido criado mais um parque para quem se desloca na direcção Lisboa-Recinto-Lisboa junto à Rotunda do Marco do Grilo – com transporte entre o Parque da Rotunda do Marco do Grilo e o recinto do Festival a ser assegurado por navetes. A TIS irá procurar uma optimização da organização dentro dos parques, dos fluxos de circulação, bem como entradas e saídas do parqueamento – em particular com sinalética e equipa de apoio no estacionamento.

Depois de excluído o domingo – ou seja, o festival decorre de quinta a sábado – a organização procurará que a maior parte dos festivaleiros que vão acampar o comecem a fazer a partir de quarta e que só saiam no domingo. O recinto do parque de campismo, esse foi melhorado e ampliado, com a área a passar de 1 hectar para 5 hectares, a dispor de quatro vezes mais chuveiros, zona de restauração, parque para caravanas com luz e WC’s, o dobro dos WC’s , mini-mercado e um autocarro TST gratuito para a praia.

Houve ainda um reforço a nível de oferta de transportes públicos, com 30 circulações previstas por dia entre a Praça de Espanha e o recinto, mais 20 entre a estação de Coina e o recinto, bem como a disponibilidade de uma praça de táxis na entrada do Festival.

Tudo para que, conforme sublinha Miguel Araújo, responsável pela área de patrocínios da Unicer, o SBSR seja cada vez «maior e melhor».

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...