Sony irá manter-se no vermelho até 2015

sony-redimensionadaA tecnológica japonesa Sony prevê que o seu negócio irá continuar a registar prejuízos até 2015, no seguimento de um plano de reestruturação que já levou à venda da divisão de computadores da companhia a um fundo de investimento.

Nos últimos 12 meses até Março de 2014, a Sony obteve um prejuízo de 125 mil milhões de iénes (cerca de 895 milhões de euros). No final deste ano fiscal, a companhia nipónica prevê encaixar um prejuízo líquido de 50 mil milhões de iénes (358 milhões de euros).

De acordo com a BBC, para além do negócio de computadores, a Sony tem também sentido dificuldades para dar a volta ao seu negócio de televisões, um mercado onde enfrenta a forte concorrência das suas rivais asiáticas, como a LG ou a Samsung Electronics. De resto, a empresa já procedeu ao spin-off do seu negócio de fabrico de televisões numa unidade separada, que irá focar-se na produção de modelos de ecrã largo.

Para além da venda da divisão de computadores, a Sony alienou outros activos, como a sua sede norte-americana e a sua participação na emissora japonesa Sky Perfect JSAT Holdings. A companhia prevê ainda a eliminação de 5000 postos de trabalho. Em virtude dos fracos resultados, os executivos da Sony deverão abrir mão dos habituais bónus.

«Nos anos anteriores, a reestruturação fez-se dentro de determinadas unidades de negócios e na manufactura», afirma Kenichiro Yoshida, chief financial officer da Sony, citado pela BBC. «Agora, a diferença é que estamos a abandonar definitivamente alguns negócios», acrescenta.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...