Portugueses são quem mais confia nos media tradicionais como fonte de informação

Um novo estudo desenvolvido pela agência Marco revela que Portugal é o país da Europa que mais confia nos media tradicionais. Os dados demonstram que 61% dos portugueses confia nas notícias de televisão e de rádio, enquanto 57% e 53% confia nas notícias da imprensa escrita e online, respectivamente.

Por outro lado, apenas 22% considera a informação partilhada no LinkedIn confiável, 18% confia nas notícias partilhadas via WhatsApp, 17% via podcast, 14% via Instagram e Twitter, respectivamente, e 12% via Facebook.

Ainda que a confiança nas redes sociais seja significativamente mais baixa do que nos meios tradicionais, os diferentes canais de redes sociais continuam a ser a fonte de informação mais popular e utilizada pelos portugueses, conclui o estudo.

Para 65% dos cidadãos nacionais, o WhatsApp é o canal consultado mais frequentemente para aceder a informação, seguido do Instagram (57%) e do Facebook (48%). Ainda que seja uma das fontes de informação mais confiáveis (57%), a imprensa escrita é apenas consultada por 9% da população.

Além disso, Portugal é também o país que vê mais notícias na televisão, com 65% dos portugueses a utilizar este meio para aceder à informação. A imprensa escrita está entre as fontes menos usadas, mesmo nas gerações mais velhas.

«Estas são conclusões-chave, uma vez que evidenciam como a paisagem mediática portuguesa e europeia se estão a adaptar às mudanças e como os media tradicionais se continuam a reinventar. Isto reflecte-se no facto de serem as fontes de informação mais confiáveis pelos portugueses para informação de qualidade», refere, em comunicado, Diana Castilho, country & Brands lead da Marco Lisboa.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...