Paulo Battista: O alfaiate das estrelas

Manuel Luís Goucha foi o primeiro cliente. E também a primeira estrela da televisão que vestiria. Seguiram-se outros, da televisão e mais áreas, entre Ricardo Quaresma, Cristina Ferreira, Filomena Cautela e Diogo Morgado. Conheça Paulo Battista, o alfaiate que se orgulha de ter posto gente nova a vestir alfaiataria.

Texto de Maria João Lima

Ser alfaiate não foi um sonho de menino. Era já um adulto quando a alfaiataria se cruzou na sua vida. Paulo Battista quis ser arquitecto, chegou a estar inscrito em design industrial, mas a vida reservou-lhe outras linhas. Quando muitos frequentavam a universidade, Paulo Battista teve de a abandonar para ajudar a mãe com as contas da casa.

Mais tarde, era na altura subgerente da Massimo Dutti e o El Corte Inglés faz-lhe um convite para ir para lá trabalhar. Aceitou o
repto, mas cedo percebeu que não se identificava com o conceito, na altura novo em Portugal. «Sempre primorei pela conversa pessoa a pessoa», conta o alfaiate que, à época, estava no atendimento ao público a vender fatos. Foi então que o El Corte Inglés (ECI) o desafiou a ir para Espanha (Madrid) aprender a profissão de alfaiate.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Novembro de 2020 da revista Marketeer.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...