Oficina Craft Snackery: receitas que se comem sem talheres

Quem disse que as pipocas são exclusivas do cinema? No menu do Oficina Craft Snackery há pipocas com foie e raspa de laranja, bem como croquetes de lula e tinta de choco, sandes de rabo de boi ou torricado de sashimi de sarrajão. No novo espaço do chef Rui Rebelo em Lisboa, a comida que se pode comer sem talheres é protagonista. As refeições de prato dão lugar a snacks para ir petiscando com amigos enquanto se experimenta um cocktail ou se explora a carta de vinhos e cervejas.

«Quis desafiar a criatividade, a experimentação e, tudo isto, abordando com originalidade, alguma ironia e sarcasmo os preconceitos associados à fast food e também a extrema gourmetização de snacks simples, que hoje se vê por aí», explica o chef à Marketeer. A Oficina Craft Snackery não é, por isso, um restaurante de faca e garfo mas, sim, «um espaço para comer com as mãos, beber com gosto, desfrutar com amigos e experimentar combinações num ambiente tão criativo quanto despretensioso, que convida à quebra de formalidades».

O novo espaço surge como uma necessidade para o chef, que já não conseguia experimentar tudo o que a sua imaginação ditava no restaurante Oficina do Duque – também em Lisboa. «Eu precisava de um espaço para dar azo à criatividade do conceito da marca, explorando de forma mais visível o craft que já se pratica no restaurante».

Isto significa que os pratos na Oficnia Craft Snackery vão estar sempre a mudar, mas, para já, a lista inclui outras propostas como hambúrguer com pastinaca, vieiras com polvo picado com miso gengibre, pastel de cogumelos com batata doce e cenoura fermentada ou ainda rolos de acelgas com kimchi de legumes e pasta de coco.

Alguns dos produtos utilizados nas receitas são criados de raiz pelo chef e a sua equipa. «Já tinha criado a minha própria cerveja, comecei a aprender e a cozinhar o nosso próprio pão e estou em processo de criação de mais uma variedade de produtos», adianta Rui Rebelo.

Para sobremesa, o chef faz três sugestões: pudim de coco com espuma de leite de cabra e citronela, mousse de chocolate com azeite, sal e cacau ou texturas de maçã em massa crocante e hortelã.

Alguns dos ingredientes usados na Oficina Craft Snackery também fazem parte da cozinha do Oficina do Duque, mas são apresentados de formas diferentes. A ideia é mostrar aos clientes como cada alimento pode ser trabalhado de diversos modos criativos e originais.

Rui Rebelo soma mais de 20 anos de experiência no mundo da restauração, tendo trabalhado em restaurantes com estrelas Michelin e com chefs como Ferran Adrià e Ramon Morató. A sua mais recente aposta na capital portuguesa está de portas abertas todos os dias, das 17h30 à meia-noite, no número 31 da Rua do Duque.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...