O que partilhamos no Instagram não é real? Cabe a cada um criar a sua identidade

A ideia de que a identidade de cada pessoa pode ser definida por si própria e não com base nos outros é o ponto de partida para a nova campanha do Instagram. Muitas vezes acusado de ser uma “feira de vaidades”, onde nem tudo o que parece realmente é, o Instagram procura agora distanciar-se dessa descrição, apelando às características que tornam cada um dos seus utilizadores únicos.

Segundo a AdAge, a campanha foi desenvolvida pela agência de criatividade Johannes Leonardo e chega depois de um artigo publicado no Wall Street Journal em que é reportado um relatório do Facebook que aponta para as consequências negativas do Instagram relativamente à auto-estima de adolescentes do sexo feminino.

No artigo em questão, a publicação norte-americana mostra como o Facebook sabe dos problemas que a sua plataforma de partilha de imagens levanta, nomeadamente o facto de 32% das jovens mulheres participantes num inquérito dizer sentir-se ainda pior em relação aos respectivos corpos depois de navegarem no Instagram.

Embora o Instagram não indique que esta é uma resposta directa aos dados divulgados, a mensagem passada parece surgir em linha com o problema identificado. “Mantém-te verdadeiro a ti próprio. Não te preocupes com o que os outros estão a pensar” é uma das frases ouvidas na campanha.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...