O fim do rolo: Kodak já declarou falência

kodak1A Eastman Kodak, empresa pioneira na criação de máquinas fotográficas portáteis, anunciou esta quinta-feira que apresentou, num tribunal de Nova Iorque, um pedido de protecção contra os credores. A debater-se com graves problemas financeiros, a fabricante espera, desta forma, ganhar tempo para se reestruturar e satisfazer a necessidade premente de inovar o seu portefólio.

A perder terreno para os concorrentes, como a Canon ou a Hewlett-Packard (HP), que se adiantaram na passagem da era analógica para a digital, a Kodak enfrenta vários problemas financeiros. Os rumores recentes de que a empresa centenária poderia entrar em processo de falência são, agora, confirmados. Graças a um pedido de protecção jurídica, previsto no capítulo 11 da Lei da Falência dos Estados Unidos, e entregue num tribunal de Manhattan, a empresa, fundada em 1880, vai poder reorganizar-se sem ter de enfrentar os seus credores.

“A Kodak está a tomar um passo significativo para garantir que completa o seu processo de transformação”, garantiu Antonio M. Perez, CEO da Kodak, num comunicado citado pelo Financial Times. O responsável acrescentou ainda que a decisão de declarar falência foi tomada unanimemente pelos membros da administração.

No mesmo comunicado, a empresa informa que as suas subsidiárias fora dos Estados Unidos não serão abrangidas por este mecanismo legal, pelo que continuarão a cumprir as suas obrigações para com os seus fornecedores. A fabricante de máquinas e material fotográfico anunciou ainda que, durante o processo de falência, será financiada pelo Citigroup, através de uma linha de crédito no valor de 950 milhões de dólares (cerca de 736,2 milhões de euros).

De acordo com a agência Bloomberg, o regime de protecção destina-se a salvaguardar activos da Kodak avaliados em 5,1 mil milhões de dólares (aproximadamente 3,95 mil milhões de euros), face a uma dívida de 6,8 mil milhões de dólares.

Numa tentativa de evitar a insolvência, a Eastman Kodak tinha colocado recentemente no mercado um conjunto de 1.100 patentes digitais, e centrado o seu negócio na produção de impressoras.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...