“O Aldi faz a diferença” na sua primeira campanha em Portugal

Ir às compras implica pensar, seja na lista de produtos que já desapareceram da despensa, no preço e na marca dos artigos ou no melhor horário para tratar desta tarefa, entre outros. A primeira campanha do Aldi em Portugal parte precisamente dessa premissa para mostrar que, quando se pensa, a escolha de supermercado é clara.

Assinada pela Uzina, que conquistou recentemente a conta do Aldi para o mercado nacional, a campanha é apresentada hoje aos portugueses sob o mote “Pensas”. O foco vai para os factores que diferenciam o Aldi de outras cadeias, que vai do preço à qualidade dos produtos e à preocupação com a sustentabilidade.

“Quando começas a pensar, pensas no Aldi. Nos produtos bio, nos frescos e no preço. O Aldi faz a diferença”, ouve-se no spot de vídeo com produção da Trix. Segundo a Uzina, a campanha dirige-se a um consumidor cada vez mais informado e consciente, que espera algo que pode fazer a diferença, mais do que apenas ser diferente, resultando numa nova assinatura.

Segundo Susana Albuquerque, directora Criativa responsável pela campanha, “O Aldi faz a diferença” é uma assinatura que traduz aquilo que a marca é e faz, mas que pouca gente poderá conhecer em Portugal. Trata-se, de acordo com a profissional, de uma «marca de discount, consciente, frugal, que não abdica da qualidade, exigente com a origem, com as matérias-primas, com os processos de produção e com o respeito pelo planeta, muito em linha com o que o consumidor procura actualmente».

Susana Albuquerque acrescenta ainda que a Uzina espera que esta seja mais do que uma campanha: «Esperamos construir com o Aldi um caminho de reputação e relevância junto do novo consumidor português.»

Já Ricardo Santos, managing director Marketing & Communication do Aldi, sublinha como a nova assinatura espelha, «de forma inequívoca o posicionamento da marca, que se destaca não só pela oferta exclusiva e diferenciadora de produtos, mas também pela sua qualidade, preço e pela forma responsável de actuação no mercado».

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...