Nasceu o Eli&Co, um cowork com serviço de concierge

Situado num edifício do bairro das Laranjeiras, há mais um espaço de cowork em Lisboa. O Eli&Co tem como principal elemento diferenciador dos espaços já existentes o serviço de concierge. Este serviço é a representação da aposta da Ossosi (empresa proprietária do Eli&Co) na personalização, dedicação e atenção ao cliente. «O facto de termos uma pessoa totalmente dedicada a responder aos pedidos dos clientes, seja no dia-a-dia de escritório ou mesmo fora dele, e a estabelecer ligações entre diferentes empresas é um conceito totalmente diferenciador e que nos remete para o mundo da hotelaria», explica Eliana Martins, general manager da Ossosi.

A par do serviço de concierge e nos 400 metros quadrados do espaço, os interessados podem encontrar salas de reuniões, escritórios equipados ou virtuais, áreas comuns, soluções à medida – design, multimédia, comunicação, desenvolvimento web, arquitectura ou design de interiores – acesso a restaurante e bar no mesmo edifício, parcerias de lifestyle (ofertas e descontos), organização de eventos profissionais e de lazer.

O nome do espaço, Eli&Co, foi inspirado nas palavras “Entrepreneurship, Lifestyle e Incubator”, que manifestam a missão do espaço de acolher e acelerar novas ideias, facilitar projectos e estilos de vida empreendedores na sua fase inicial, bem como potenciar negócios já estabelecidos. Já o Co simboliza os valores de Collective, Colaboration, Connection, Commitment e Cool.

A Marketeer falou com Eliana Martins, general manager da Ossosi, para ficar a conhecer todos os detalhes do projecto.

O que distingue o vosso espaço dos já existentes?

Conhecemos as dificuldades que uma startup encontra para alugar um escritório, bem como o custo de investimento que isso representa. Por isso, apostámos em preencher esse vazio com contratos flexíveis e espaços totalmente equipados. Alem disso, queremos garantir um ecossistema de empresas e serviços que seduza as empresas, das startup às mais consolidadas, com uma oferta diferenciada ao nível da qualidade e dos serviços disponíveis. Entre eles, destacamos desde logo o serviço de concierge, inspirado na hotelaria. Também oferecemos uma rede integrada de serviços com soluções imediatas e privilegiadas a diferentes áreas, como design, multimédia, comunicação, desenvolvimento web, arquitectura ou design de interiores. Entrar no universo Eli&Co garante não só o nível do conforto no dia-a-dia que as empresas procuram, mas também um acompanhamento total e personalizado que facilita a expansão dos seus negócios.

De que maneira a vossa experiência na hotelaria ajudou a desenhar os serviços apresentados neste centro de escritórios?

Acreditamos que a principal mais-valia que esse background nos deu para este projecto foi, sem dúvida, o foco no bem-estar do cliente. Quando vamos para um hotel temos a expectativa de que seja um espaço agradável, que nos faça sentir em casa, com as comodidades certas, uma equipa simpática e disponível para tudo o que necessitarmos… E é tudo isto e muito mais que as pessoas vão encontrar no Eli&Co. O serviço de concierge é a representação perfeita da nossa aposta na personalização, dedicação e atenção ao cliente. O facto de termos uma pessoa totalmente dedicada a responder aos pedidos dos clientes, seja no dia-a-dia de escritório ou mesmo fora dele, e a estabelecer ligações entre diferentes empresas é um conceito totalmente diferenciador e que nos remete para o mundo da hotelaria.

Sei que têm já empresas prontas a instalar-se. De que áreas são e qual a dimensão das equipas?

Temos três startups: Punchline – um estúdio criativo da área da comunicação (design – marketing – multimédia); Onlevel – um ateliê de arquitectura e design de interiores; e uma SGPS com investimentos em várias áreas em Portugal.

De que maneira a pandemia impactou os prazos de inauguração do centro de escritórios?

Efectivamente, a pandemia acabou por ter algum impacto na inauguração. Quando se iniciou o surto em Portugal, o projecto estava bastante adiantado e a previsão de abertura teve de ser adiada praticamente três meses. O principal impacto verificou-se a nível de logística e entrega de materiais, nomeadamente mobiliário, divisórias e iluminação. Passado este percalço, temos o Eli&Co totalmente pronto para abrir ao público dia 1 de Outubro.

Numa altura em que muitas empresas estão a ponderar a redução ao mínimo de escritórios, apostando em teletrabalho, que sentido faz um espaço como o vosso?

Assumimos uma posição optimista quanto ao desenrolar desta pandemia, mas também acreditamos que a natureza humana procura um relacionamento próximo que o trabalho remoto não oferece. O facto de disponibilizarmos um ecossistema de serviços fará, igualmente, com que muitas empresas acreditem nas vantagens de terem um ponto de trabalho centralizado, respeitando todas as medidas de segurança.

Quais as modalidades e tipologias de espaços disponíveis para alugar? Existe a possibilidade de o fazer ao dia?

O Eli&Co tem capacidade para sete escritórios privados de 15 a 35 m2, equipados com divisórias de vidro, decorados em estilo moderno, totalmente mobilados, à medida das necessidades de cada empresa. As modalidades de pagamento são mensais e, além destas, também disponibilizamos duas salas de reuniões que podem ser alugadas à hora.

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...