O futuro da MOP junta criatividade e data

A MOP está a entrar numa nova fase, em que criatividade e data convivem em harmonia. Segundo a empresa especializada em meios Out of Home (OOH), o seu futuro parte da convergência destes dois universos: “A data sem criatividade tem pouco impacto e a criatividade sem data é pouco eficaz.”

O novo posicionamento, acompanhado também de uma nova identidade, é dado a conhecer numa exposição com o título “Ideias fora do formato” – que se assume também como assinatura da marca. A exposição parte de um desafio lançado a 15 agências para exporem as suas ideias em 15 formatos diferentes, sendo que o resultado poderá ser visto durante este mês.

Esta homenagem ao outdoor, anunciada no passado mês de Setembro, parte do pressuposto de que atravessamos um momento único para este meio. Diz a MOP que o outdoor é o único meio, além do digital, que cresce sustentadamente: 4,5% em 2018.

Esta corrida ao lado do digital faz com que surja um novo desafio e uma oportunidade para potenciar a criatividade, que irá passar, por exemplo, pela medição de audiências. “A introdução da possibilidade de targetização vai dar um potencial único ao mercado”, garante a MOP, acrescentando que haverá uma maior capacidade de recursos para atingir o público-alvo de forma mais dirigida e com menos desperdício.

Além da questão das audiências e do cruzamento de criatividade e data, o futuro fora do formato da MOP passa ainda por outro eixo: unskippable, na medida em que o outdoor é o meio que vemos naturalmente. “No futuro, só haverá um formato a que ninguém pode fazer skip ad”, sublinha a MOP.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...