McDonald’s: o “feitiço” virou-se contra o “feiticeiro”

macAs redes sociais podem ser uma faca de dois gumes para as marcas e uma campanha pode virar-se contra o próprio anunciante. Exemplo disso será o que se passou recentemente com a McDonald’s, no Twitter, adianta o Marketing News.

A marca criou o hashtag patrocinado #McDStories para motivar os seus seguidores a partilhar as suas histórias mais positivas relacionadas com a marca. No entanto, “o tiro acabou por sair pela culatra”, já que um grande número de utilizadores aproveitou a hashtag para contar episódios negativos sobre a cadeia, e até reivindicar os direitos dos animais, como foi o caso da organização PETA.

Rick Wion, director de social media da empresa, adiantou à Marketing Week que no espaço de uma hora a McDonald’s viu que «não estava a ir por onde tinha planeado». «Foi suficientemente negativa para termos de a alterar de imediato. Em todas as campanhas de social media existe um plano B, caso a conversação não vá pelo caminho desejado. A capacidade de alteração fez com que não se tornasse em algo muito maior», disse ainda o responsável.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...