Maio 2021

Tema de Capa

Esqueça a fast fashion. A tendência, também na moda, é slow

Porque as marcas perceberam que sustentabilidade é uma palavra cara – e cada vez mais valorizada pelos consumidores -, muitas há que estão a mudar o paradigma de negócio. Seja pela utilização de materiais mais orgânicos, ou pelo apelo a um menor consumo. O que não significa, necessariamente, quebra em valor. Isso mesmo é o que defende, entre outras, a gigante Levi’s, que tem vindo a investir em vários projectos de economia circular e que acaba de avançar com uma campanha onde o “mais é menos”. Porque o que vários estudos prevêem, já, é que dentro de anos os nossos roupeiros serão bem diferentes dos actuais. Menos peças mas, claro, de maior valor.

Conheça algumas das principais tendências do sector, nesta área, e a forma como marcas portuguesas, como a JAK, Lemonade e Ownever, e internacionais, como a Uniqlo, estão a “abrandar” a moda. Mas também a opinião de especialistas como Eduarda Abbondanza e Manuel Serrão.


Casos

Como o Estoril Open se reinventou

Já se rendeu aos detergentes bio?

Maison Amarande: arquitectura de interiores que casa com investimento

easypay: «A experiência de pagamento é um factor de sucesso»

O Marketing é (mesmo) para todos


Estratégias

Cupra: a marca que quer ser mais do que automóveis

É do álcool-gel ou esta embalagem está maior?

Torres Novas: as toalhas que enrolaram o tempo

Novo Banco: aposta em proximidade, portugalidade e tempo


Estudos

O Estado dos Media 2021


Comunicação

Pub à lupa

Discípulos de Judas


Lifestyle

Shopping solares


Cadernos Especiais

Turismo + Marcas no Euro 2020 + Seguros + Saúde

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...