Lisboa é a 108ª cidade mais cara do mundo

Tóquio é a cidade mais cara do mundo, ultrapassando Luanda, que em 2011 alcançou o primeiro lugar. A conclusão é do Estudo Custo de Vida da Mercer, que colocou a capital angolana na segunda posição, seguida de Osaka, na terceira, que subiu três lugares desde o ano passado. Moscovo mantém-se em quarto lugar na lista e Genebra em quinto. Singapura e Zurique partilham o sexto lugar, tendo subido duas e uma posição, respectivamente, face ao ano passado. Lisboa desceu 22 posições, encontrando-se agora em 108º lugar. Para este resultado contribuiu a desvalorização relativa do Euro face a outras divisas e a frágil conjuntura económica em Portugal.

Karachi, no Paquistão, é a cidade menos cara para expatriados, tendo ficado em 214º lugar na lista da Mercer. A consultora atribuiu a classificação de inúmeras regiões à conjuntura mundial, que a nível económico e político afectaram os resultados, bem como às flutuações cambiais, à inflacção e à volatilidade nos preços do alojamento.

«Comparando com Nova Iorque, a nossa cidade de referência, a maioria das cidades europeias assistiram a um declínio do custo de vida», destacou em comunicado Tiago Borges, responsável da área de estudos de mercado da Mercer Portugal. «Há algumas excepções onde os preços do alojamento aumentaram ou onde taxas de IVA adicionais levaram ao aumento do custo de vida. Na América do Norte, a maioria das cidades subiu na classificação, uma vez que o dólar americano está mais forte, comparativamente com um grande número de divisas em todo o mundo. Na Ásia, mais de seis em cada dez cidades subiram na classificação, nomeadamente todas as cidades incluídas no estudo situadas na Austrália, China, Japão e Nova Zelândia», reforça.

No estudo da Mercer foram incluídas 214 cidades, em cinco continentes. A análise mediu o custo comparativo de cerca de 200 itens em cada localização, como transporte, alimentação, vestuário, entretenimento e bens de uso doméstico. O custo do alojamento também foi contemplado. Este estudo tem por objectivo ajudar as multinacionais e os governos a determinar os subsídios de compensação dos seus colabores expatriados.

Conheça aqui a lista das 27 cidades mais caras do mundo.

 

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...