Já pode levantar encomendas da IKEA em Coimbra e na Madeira

Abrem, hoje, mais dois pontos de recolha da IKEA em Portugal. Coimbra e Madeira são os destinos escolhidos para os novos espaços, que permitem aos portugueses levantar as compras que efectuaram online. Operados por parceiros externos, os pontos estão pensados tanto para pequenas peças de decoração como para soluções de mobiliário de maiores dimensões.

Em ambos os casos, o preço do serviço é fixo, mas o valor varia consoante a cidade: em Coimbra, tal como nos restantes pontos de recolha de Portugal Continental, o preço é 25 euros; na Madeira, sobe para 49 euros.

Os novos pontos de recolha representam mais um passo na estratégia da IKEA no sentido de se tornar cada vez mais próxima dos portugueses – que levou também à inauguração de mais um estúdio de planificação, mais recentemente em Cascais.

«Estamos muito satisfeitos com a abertura destes dois novos pontos de recolha, em Coimbra e na Madeira, zonas onde a marca ainda não tinha presença directa», sublinha Ricardo Pereira, CFO da IKEA Portugal.

«Dentro da nossa estratégia de acessibilidade, queremos apostar cada vez mais nestes novos formatos, em zonas de proximidade, mas, também, em zonas mais distantes das nossas lojas, para que consigamos chegar a um maior número de clientes», explica ainda Ricardo Pereira. Segundo o responsável, desta forma será possível disponibilizar os artigos da IKEA de uma forma mais conveniente e acessível, com um preço de serviço fixo.

Durante este ano, a marca sueca espera ter um total de 14 pontos de recolha a funcionar no mercado nacional, adianta também o CFO.

Em Coimbra, o ponto de recolha pode ser encontrado no lote 18 do Parque Industrial de Taveiro. Já na Madeira, o destino colocar no GPS é o número 139 da Estrada do Garajau.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...