Já conhece a geração #hashtag?

Conteúdos e serviços criados especificamente para plataformas digitais e que aí vivam em exclusivo são a preferência dos consumidores pertencentes à geração #hashtag. Esta geração não está condicionada pela idade dos seus membros mas sim pela forma como se sentem mais à vontade em consumir. Neste caso, os conteúdos e serviços mobile ganham ainda mais pontos.

Um estudo realizado pela consultora Bain, referido pela AdAge, indica que esta geração #hashtag representa já quase metade da audiência para entretenimento nos mercados desenvolvidos. Nas audiências para publicações e serviços online, esta geração equivale a um terço do total. Quanto aos mercados em desenvolvimento, verifica-se apenas uma ligeira descida relativamente aos mesmos números.

A Bain revelou ainda que uma parte da geração #hashtag está disposta a pagar por este tipo de conteúdos nativos, especialmente vídeo, música e jogos. Trata-se de uma faixa etária mais jovem que prefere, muitas vezes, fazer compras individuais e subscrições. Exemplo disso é comprar apenas uma faixa de um álbum e não o álbum completo.

Uma das razões apontadas pelo estudo para justificar esta disponibilidade em pagar passa por estarem mais à vontade com os pagamentos móveis. 30% dos consumidores com menos de 26 anos, em mercados desenvolvidos, já está a pagar por algum tipo de vídeo digital, 34% paga por música digital e 40% paga por jogos digitais.

Já entre os consumidores com mais de 26 anos, apenas 23% paga por vídeo digital, 18% paga por música digital e 28% paga por jogos também digitais.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...