Há um novo canal de lifestyle em Portugal: Casa e Cozinha quer inspirar os espectadores

Aprender a reciclar com Chusc Cano ou a cozinhar novas receitas com a chef Maria José Sousa são algumas das propostas do Casa e Cozinha, o novo canal de lifestyle da televisão portuguesa. Disponível através da operadora Nos a partir do próximo dia 8, é uma produção da Dreamia, mais conhecida por canais como Hollywood, Panda ou Biggs.

Jorge Ruano, director de Marketing da Dreamia, explica à Marketeer que este é um projecto na calha há já alguns meses com conteúdos práticos e actuais. Casa, decoração e cozinha são os três pilares da programação do novo canal, que conta com protagonistas portugueses mas também internacionais. Soma 16 formatos de programas e cerca de 300 horas de estreias no mercado nacional.

“Inspiração para a vida” é o mote da campanha que dá a conhecer o Casa e Cozinha ao público português, um trabalho com criatividade da agência the Hotel e que já está presente em televisão, outdoors, rádio e plataformas digitais.

Jorge Ruano explica como nasceu o projecto, de que forma se pretende distinguir num mercado com oferta tão diversa e, ainda, qual o plano de comunicação:

O que levou a Dreamia a apostar num novo canal de lifestyle? Era o que faltava no catálogo de conteúdos?

A Dreamia vem de facto surpreender com o lançamento de um canal com estas características, mas sendo uma produtora com um profundo conhecimento no mercado de televisão por subscrição em Portugal, através dos canais que produz, como o Canal Hollywood, Canal Panda e Biggs, que lideram nos seus segmentos, vem também beneficiar do conhecimento nesta temática, do seu accionista AMC Networks Iberia, que produz há muitos anos canais de sucesso internacional no Lifestyle e outras categorias. É um projecto que se desenvolveu ao longo de muitos meses, após uma análise cuidada do mercado.

Como se vai diferenciar de outros canais desta categoria?

O Casa e Cozinha é desde logo um canal português de lifestyle, produzido por uma empresa portuguesa, com conteúdos diversificados e ideias criativas sobre decoração, culinária, moda, beleza, viagens e bem-estar, e que mistura produções internacionais de sucesso com produções próprias originais, construídas de raiz para o seu público. Graças aos seus conteúdos práticos, actuais e atractivos, o Casa e Cozinha pretende ser um lugar de inspiração para a vida, como refere o nosso claim.

O lançamento coincide com uma altura em que muitos portugueses passam mais tempo em casa. Poderão beneficiar dessa circunstância e do facto do consumo de televisão, no geral, estar a aumentar?

O lançamento já estava previsto para o mês de Abril. As circunstâncias actuais complicaram de forma substancial a logística de lançamento, mas tanto na Dreamia como na Nos, que foi a primeira plataforma a apostar neste canal, sentimos que era necessário fazer um esforço adicional para disponibilizar esta oferta de conteúdos de qualidade, especialmente neste período de grande procura de alternativas pelas famílias portuguesas que agora poderão alargar as suas opções com o acesso a conteúdos úteis e de qualidade onde podem encontrar inspiração e ideias.

Como foi desenhada a campanha que dá conta do lançamento do canal? Qual foi o briefing?

A campanha foi adaptada às circunstâncias actuais. O objectivo era transmitir a frescura, o dinamismo e a variedade que este canal traz à TV em Portugal e para isso tivemos que adaptar principalmente o plano de meios, privilegiando a TV, o digital e a rádio. Numa primeira fase, pretendemos atingir a notoriedade e cobertura suficiente para dar a conhecer a marca e os apresentadores do canal, para numa segunda fase nos focarmos no engagement e garantir a afinidade. Para esta campanha contamos com a The Hotel como agência criativa e com a Arena como agência de meios.

Vão comunicar também através de redes sociais e/ou parcerias com influenciadores?

As redes sociais são fundamentais para um canal de lifestyle e, numa primeira etapa, vamos procurar conseguir uma grande base de seguidores através de mecânicas de angariação de fãs para nos apoiarem na enorme quantidade de recursos e de conteúdos que temos à nossa disposição. As parcerias com outras marcas que partilhem objectivos e com influenciadores que tragam valor serão fundamentais, mas iremos apoiar-nos também na capacidade de divulgação que já têm os apresentadores do canal, todos eles já grandes influenciadores através da sua presença em TV e redes sociais.

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...