Há, mesmo, jantares de estrelas!

Um jantar que reúne quatro chefs estrela Michelin, no único restaurante japonês com estrela em Portugal, só podia ser estratosférico! A expectativa era mais que elevada, portanto. Ontem, no pequeno Midori do Hotel Penha Longa, em Sintra, o chef Pedro Almeida partilhou cozinha e sala com João Oliveira do Vista restaurante, João Rodrigues do Feitoria e Louis Anjos do Bon Bom. O resultado foi… um conjunto de propostas de estrela. Eu, pelo menos, senti-me no céu e assim me mantive por algumas horas.

Porque qualquer um dos quatro chefs é único, porque aquele momento é irrepetível, porque todo o ambiente do Midori faz apetecer estar e porque a forma como os pratos vão sendo apresentados e os chefs os trazem à mesa sublinha mais ainda o nível de experiência. Que começou impreterivelmente às 19h30, ainda do lado de fora do restaurante, com os quatro chefs a receberem e a darem as boas-vindas com alguns snacks, entre um amendoim feito de frango, gengibre e manteiga de amendoim ou uma barriga de atum com lima e cebolinho.

Convidados a entrar, iniciou-se o desfile das amuse bouche que se desdobrou entre um mexilhão de escabeche (divino), um polvo em batata doce e com yuzo (a fazer lamber os lábios) e um carapau com bróculos e kombu, de aplaudir tal a delicadeza feita de contraste!

O jovem João Fernandes, sommellier de serviço, manteve o nível. E surpreendeu ao apresentar um Prova Régia 2016 para acompanhar o primeiro prato: uma gyoza de santola com assinatura do chef residente, Pedro Almeida. Obrigada. Até agora, todos os sentidos estão ainda mais felizes.

Para mim, que não como carne, houve a preocupação que o prato seguinte fosse um sashimi de lula, cruzado com espumante Quinta dos Carvalhais Bruto rosé. Ainda não refeita, Louis Anjos faz-me quase rapar o prato com o seu lavagante e beterraba, regado por um molho de tangerina e kombu. Confesso que repeti o caldo, sem vergonha. E mais houvesse!

João Rodrigues foi o senhor da carne, numa proposta bem portuguesa onde o pato casou com arroz carolino, bem elevado por um tinto Herdade do Peso reserva 2015. E outro dos pontos altos da noite, Pedro Almeida haveria de regressar à mesa para nos surpreender com um hand roll de toro com cebola, ameixa e caviar, bem ali, feito e enrolado às nossa frente. Um a um! Há lá mimo maior?

Claro que agora não vale a pena pensar mais nisto. Mas vale a pena sonhar porque dia 6 há mais. Não igual mas pela mão de Sergi Arola (1 estrela Michelin) que irá, então, preparar um jantar a oito mãos com Henrique Sá Pessoa do restaurante Alma (2 estrelas Michelin), Leonel Pereira do São Gabriel (1 estrela Michelin) e Óscar Geadas do Restaurante G (1 estrela Michelin).

PVP: 195 euros por pessoa (jantar com harmonização de vinhos incluída)

Pacote Jantar + Estadia 300 euros por pessoa (ocupação dupla: 600 euros é o valor total do quarto duplo). Inclui alojamento em quarto standard e pequeno-almoço buffet.

Texto de M.ª João Vieira Pinto

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal