Frida Mom: o anúncio que os Óscares censuraram

A gravidez é, muitas vezes, apresentada como um capítulo de apenas e só felicidade e sentimentos positivos – tal como a menstruação, por exemplo. No entanto, a ficção e a publicidade nem sempre correspondem à realidade e a Frida Mom quis mostrar isso mesmo.

A marca especializada em recuperação pós-parto desenvolveu um anúncio em que mostra um lado mais duro do nascimento de uma criança, sendo que a ideia seria transmiti-lo no intervalo da edição deste ano dos Óscares. Porém, tanto o evento com o ABC (canal que assegura a transmissão nos Estados Unidos da América) não permitiram.

A Frida Mom decidiu partilhar o anúncio de qualquer forma, acrescentando uma introdução em que faz questão de referir a censura de que foi alvo. Segundo a marca, o anúncio não versa nenhum dos temas banidos pela ABC: não é de natureza violenta, política ou sexual, não é religioso ou lascivo, não mostra armas ou munições.

“É só uma mãe, em casa com o seu bebé e o seu novo corpo pela primeira vez. Contudo, foi rejeitado. E ainda questionamos porque é que que novas mães não se sentem preparadas”, afirma a Frida Mom.

Embora não tenha podido ser exibido na televisão durante os Óscares, o anúncio soma mais de 2 milhões de visualizações no YouTube.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...