“Freelancer do Dia CCP by Marketeer”: Daniel Sousa

É difícil sobressair por entre dezenas de currículos. A partir de certa altura, os nomes confundem-se e aquele que poderia ser o par perfeito para um projecto na calha acaba por fugir. Partindo do directório lançado pelo Clube Criativos Portugal (CCP), a Marketeer propõe conhecer melhor alguns dos talentos freelancers nas áreas da criatividade e comunicação.

Daniel Sousa (consultor) é o mais recente protagonista da rubrica “Freelancer do Dia CCP by Marketeer”, que apresentará, duas vezes por semana, exemplos de quem decidiu aventurar-se por conta própria.

Qual é o trabalho que mais te orgulha?

Todos os trabalhos acabam por ser um motivo de orgulho. Independentemente da dimensão do projecto e dos resultados obtidos, valorizo sempre a aprendizagem que levo com cada trabalho realizado. Mesmo os trabalhos que correram menos bem são sempre importantes para evoluir e corrigir posteriormente em novos projectos. Como trabalho na área do marketing digital, esta é a área que gosto mais de realizar e que mais me orgulha no meu dia-a-dia.

Qual é o projecto que queres fazer a seguir?

Quero continuar com projectos semelhantes ao que tenho neste momento. Nesta área existem projectos de continuidade pelo que desejo continuar a desenvolver esses projectos, melhorar e atingir novos objectivos e ao longo do tempo e conseguir sempre novos trabalhos que me desafiem a melhorar e a manter a motivação.

Porque é que te devem contratar?

Acho que é difícil de expor vários motivos e o mais importante é o cliente saber o que pretende e quem é o profissional ideal. Acho que deve existir uma sintonia entre projecto e prestador de serviço que torna a relação mais fácil. Além disto, só posso dizer que me comprometo sempre a fazer o meu melhor e a ajudar o cliente a atingir os objectivos e os resultados pretendidos.

Como vês a situação actual?

É uma situação complicada para toda a sociedade e que obrigou a mudanças a nível pessoal e profissional e na forma como olhamos para o futuro. Dentro da minha área, o marketing digital ganhou ainda mais importância nesta fase. O ecommerce cresce de uma forma acentuada em todas as áreas de actividade e as empresas que tiveram capacidade de se ajustarem a este “novo tempo” irão abrir portas para o futuro. Infelizmente nem todos os negócios podem usufruir de trabalho remoto, do marketing digital e do ecommerce e penso que são essas que mais sofrem com esta situação.

Desde quando és freelancer e porquê essa decisão?

Sempre gostei de trabalhar como independente e comecei a fazê-lo assim que terminei a minha licenciatura. O início não foi fácil, mas felizmente com o tempo consegui clientes e a própria evolução profissional permite ter mais estabilidade. Neste momento não gosto de me vender como freelancer mas sim como consultor que acompanha os projectos e que procura fazer parte da própria marca ou empresa.

Quais as vantagens e desvantagens de ser freelancer?

A vantagem passa pela liberdade de horários (podemos trabalhar em horários diferentes do habitual), escolher os nossos próprios clientes, o networking e as sinergias que criamos na nossa área de trabalho e a possibilidade de desenvolvermos os nossos projectos pessoais.

A grande desvantagem é a instabilidade que ainda é maior em comparação com quem trabalha por conta de outrem, como por exemplo, a protecção de direitos e a insegurança que surge diariamente. Para quem está a começar, as desvantagens são maiores do que as vantagens e é uma jornada longa até estabilizar e começar a usufruir das vantagens.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...