EUA consideram banir TikTok e outras apps chinesas

Depois da Índia, é a vez de os Estados Unidos da América considerarem a hipótese de banir um conjunto de aplicações chinesas, incluindo o TikTok. O secretário de Estado Mike Pompeo adiantou à Fox News que o tema está a ser levado muito a sério pela Casa Branca: «Estamos definitivamente a olhar para isso.»

As preocupações com as aplicações chinesas dizem respeito à forma como são tratados os dados dos utilizadores. Alguns países temem que informações privadas acabem nas mãos do governo da China e estudam a hipótese de cortar o potencial mal pela raiz. Um grupo de legisladores acredita que, embora não seja esse o objectivo do TikTok, por exemplo, a plataforma poderá ser pressionada a disponibilizar dados ao Partido Comunista Chinês.

«O TikTok é liderado por um CEO americano, tem centenas de trabalhadores e líderes-chave em áreas como segurança, produto e poíticas públicas aqui nos EUA. Não temos prioridade maior do que promover uma experiência na app segura para os nossos utilizadores», afirma porta-voz do TikTok.

Em resposta à possibilidade levantada por Mike Pompeo, o mesmo porta-voz garantiu ainda que nunca foram providenciados dados de utilizadores ao governo chinês. «E não o faríamos se nos fosse pedido», sublinha.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...