COVID-19: O mercado ao contrário

Alterações no consumo, na compra, na forma de estar, na escolha, no volume e no valor. À semelhança do resto do Mundo, o Covid-19 está a impactar e a mudar hábitos dos portugueses, na sua maioria a trabalhar a partir de casa.

Por M.ª João Lima e M.ª João Vieira Pinto

A situação também ditou, inevitavelmente, alterações por parte de empresas e marcas, em particular de grande consumo e bens alimentares. O comércio online cresceu e foram vários os negócios que se adaptaram a uma nova realidade, de forma a continuarem a entrar e estar dentro das casas dos consumidores portugueses.

O que ficará depois deste “buraco negro”? Que marcas iremos ter? E como é que passarão a estar e a comunicar? Não sendo possível qualquer previsão clara e certa, fomos, contudo, tentar perceber de que forma é que algumas das maiores empresas e marcas em Portugal estão a reagir e como esperam sair do momento mais crítico de todos os tempos, a nível mundial. Vamos todos dar a volta?

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Abril de 2020 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...