COVID-19 começa a perder peso nos comunicados de imprensa em Portugal

A Cision analisou mais de 100 mil comunicados distribuídos através da plataforma PR Newswire e descobriu que, entre Março e Mario, 48% mencionava a COVID-19. Em Abril, a tendência voltou a inverter-se e, embora, o novo coronavírus continue muito presente nos press releases desenvolvidos, o número de documentos deste tipo dedicados a outros temas passou a ser superior.

Em Junho, apenas 33% das publicações que passaram pela rede PR Newswire mencionava a COVID-19, o que compara com os 42% de Maio e com os 47% de Abril. Este valor é apenas comparável com o mês de Março, quando 31% dos press releases estavam de alguma forma relacionados com a pandemia, coincidindo com a confirmação dos primeiros casos me Portugal.

“À medida que o ano avança, é expectável que esta tendência de normalização de publicações menos focadas na pandemia (seja uma empresa pública a reportar o impacto nas suas perspectivas de negócio ou novos empreendimentos em marketing do produto) continue”, indica a Cision no estudo “Press Releases, Tendências e Melhores Práticas 2020”.

Olhando ainda para o período entre Março e Maio, a análise mostra quais os temas mais populares, comparando com o mesmo período em 2019. “Notícias de feiras comerciais” e “Eventos Futuros” destacam-se claramente ao registar declínios de 337% e 128%, respectivamente. No sentido inverso, verifica-se um aumento no número de comunicado das categorias “Segurança Pública” (+66%) e “Responsabilidade Social Corporativa” (+54%).

Por sectores, a Cision indica que os press releases sobre viagens diminuíram 36%, enquanto a categoria referente a controlo de doenças infecciosas disparou 3.140%.

Qual a melhor hora para enviar um comunicado?

Segundo a Cision, não existe uma só resposta que se aplique a todas as situações, mas nota-se que um grande volume de informações é enviado às 8h, de segunda a quinta-feira. Em Portugal, o pico parece acontecer às terças-feiras, mas “isto não significa necessariamente que essa seja uma boa altura para enviar notícias”. Para se distinguir dos restantes, a Cision até aconselha que seja escolhido outro período.

Verifica-se ainda que 52% das publicações são enviadas à hora certa ou à meia-hora. “Tal como as terças-feiras registam o maior volume de press releases, isto não significa necessariamente que essa seja a melhor altura para enviar. Para evitar horários de grande volume – e, portanto, perder-se no meio de tanta informação – os envios deverão ser feitos fora das horas certas, às 10h13 ou 10h47, por exemplo.”

O tamanho importa?

A maioria dos comunicados analisados tem 400 ou menos palavras. A nível global, a extensão média de um press release é de 686 palavras. De acordo com a Cision, os leitores gostam de conteúdos curtos e fáceis de consumir mas, por vezes, é necessário um documento mais longo, seja para divulgar resultados financeiros ou as conclusões de uma investigação. Para manter a atenção, o texto deve ser intervalado com cabeçalhos, pontos e listas.

Quanto ao título, o tamanho médio é de 88 caracteres, sendo que opções mais longas devem apresentar as palavras-chave logo no início. Isto porque os motores de busca cortam os títulos no limite dos 70 caracteres.

“Confirma”, “revela”, “prova”, “lança”, “fortalece”, “possibilita”, “permite” e “anuncia” são as palavras de acção mais comuns nos títulos dos comunicados mais visualizados.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...