Coronavírus impulsiona Glovo: mais 700 restaurantes e salto de 28% nos pedidos

Os últimos dois meses foram sinónimo de mais de 700 novos restaurantes parceiros da Glovo em Portugal. Presente em 34 cidades de Norte a Sul, a aplicação encontra na restauração um dos seus principais pilares. Do total de novos restaurantes parceiros, 85% corresponde a pequenas e médias empresas, indica ainda a Glovo em comunicado.

Considerando a totalidade dos pedidos registados no passado mês de Abril, a Glovo dá conta ainda de um salto de 28% face aos meses de Janeiro e Fevereiro. A quarentena e o isolamento social deverão ter contribuído para o aumento da procura por parte dos utilizadores.

Quanto às categorias com maior dinamismo, destaque para a Parafarmácia com um crescimento de 375%. As compressas TNT, os testes de gravidez, o álcool sanitário, máscaras descartáveis e álcool gel (para mãos) foram os produtos mais requisitados.

A categoria de Supermercado, por seu turno, cresceu 80% sendo que a Glovo explica os bons resultados com a expansão e reforço da parceria com reforço da parceria com o Continente e Dia (Minipreço e Clarel).

Bens de primeira necessidade e alimentos saudáveis, como frutas ou vegetais, estão entre os produtos mais procurados pelos utilizadores da aplicação: as bananas e os morangos ocuparam o primeiro e segundo lugar, respectivamente. O top 10 conta ainda com ovos, limões, manteiga, laranjas, maçã Gala, baguete, cenouras e farinha de trigo.

Destaque ainda para a categoria Qualquer Coisa, que viu os pedidos aumentarem 113%. Neste caso, os utilizadores podem pedir ao estafeta para comprar, recolher e entregar qualquer coisa (desde que caiba na mochila).

E o que querem comer os utilizadores da Glovo? Big Mac e cheeseburgers foram os principais pedidos, à frente de pizza, frango e sushi. Os pedidos foram efectuados sobretudo durante o período de jantar (19h – 21h) e almoço (12h – 14h), sendo as cidades com mais pedidos Lisboa e Porto.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...