Como é gerir um portefólio multimarca? «Não há rotinas»

Nuno Almeida, Brand manager do Grupo Delonghi, explica à Marketeer que gerir um portefólio multimarca é um trabalho complexo, especialmente considerando que se trata de insígnias com posicionamentos diferentes, embora se situem todas na faixa de preço médio/médio-alto.

«A gestão de três marcas tão fortes como aquelas que nós temos é bastante desafiante», sublinha o responsável em conversa com M.ª João Vieira Pinto, directora de redacção da revisa Marketeer. Além da Delonghi, o grupo conta também com as marcas Kenwood e Braun (esta só no segmento de casa, ficando de fora os artigos de cuidado pessoal) em Portugal.

«Cada uma delas tem as suas directrizes e necessidades de comunicação», acrescenta Nuno Almeida, referindo que é desafiante e, em simultâneo, gratificante «porque não há rotinas». Podem estar a pensar em estratégias para máquinas de café, processadores de alimentos ou varinhas mágicas, entre outros.

Segundo o Brand manager, tem a sorte de estar perante três marcas fortes, com alguma notoriedade no mercado português, principalmente a marca Braun. A comunicação de todas elas respeita orientações centrais internacionais, mas a equipa portuguesa tem alguma liberdade para actuar localmente.

Acompanhe a entrevista na íntegra no vídeo em baixo e saiba, por exemplo, se a pandemia de COVID-19 influenciou a procura por determinados produtos do Grupo Delonghi:

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...