China Mobile quer apostar em marca própria de telemóveis

A China Mobile, maior operadora de telecomunicações por número de aderentes na China, pretende lançar a sua própria marca de equipamentos, bem como filiais especializadas em ligação móvel à internet. A intenção da empresa, noticia o OJE, é fortalecer a sua presença no sector de telecomunicações em rede.

Num fórum do sector o presidente da China Mobile, Li Yue, adiantou ainda que a operadora espera introduzir no mercado chinês, neste momento, uma versão do iPhone 5, da Apple, compatível com a sua rede 3G, avança o diário Shanghai Daily.

Recorde-se que, até à data, a empresa da maçã só trabalhava no mercado chinês com as concorrentes da China Mobile: a China Unicom e a China Telecom.

Com a expansão do negócio a China Mobile espera ganhar terreno aos serviços de mensagens gratuitas por internet QQ e Weixin, da empresa Tencent.

«Já temos um Exército», afirmou Li Yue, referindo-se aos serviços tradicionais de telecomunicações. «Agora precisamos de uma Marinha e de uma Força Aérea», indicou, simbolizando os novos serviços de comunicação móvel com internet.

Como faz notar o OJE, actualmente 13% do tráfego total da internet na China é registado a partir de telemóveis, o que denuncia um aumento de 4% face a 2011.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...