China disponibiliza sistema rival do GPS

A China alargou ontem o seu sistema doméstico de navegação por satélite, denominado Beidou, ao uso comercial em toda a região Ásia-Pacífico. O sistema, visto como uma alternativa ao GPS (Sistema de Posicionamento Global), era até agora utilizado apenas pelo governo e para fins militares.

O Beidou pretende conquistar 70 a 80% de quota de mercado na China ao sistema rival norte-americano, o GPS, até 2020. No ano de 2015, deverá ter uma quota entre 15 e 20%, estima Ran Chengqi, porta-voz do Beidou Navigation Satellite System (BDS) e director do China Satellite Navigation Office, citado pelo China Daily. Sem adiantar uma data, o responsável acrescentou ainda que o objectivo passa por tornar o sistema disponível em todo o mundo.

De acordo com o China Satellite Navigation Office, o Beidou consegue identificar a localização de uma pessoa com uma precisão até 10 metros e a sua velocidade até 0,2 metros por segundo. Neste momento, o sistema conta com uma rede de seis satélites em órbita, mas o governo chinês pretende lançar mais 40 satélites ao longo da próxima década. A China começou a construir a rede em 2000 para não depender do GPS.

Porém, o gigante asiático não é o único país a apresentar uma alternativa ao sistema norte-americano, lembra a BBC. Também a Rússia está a desenvolver o sistema Glonass, que será destinado a uso civil e militar, e que conta já com 23 satélites em órbita. Por sua vez, a União Europeia está a desenvolver o Galileo.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...