HBO: Um mundo de séries por chegar

É inegável que nos mais recentes meses temos passado mais tempo em casa e todos os estudos apontam para que esta seja uma tendência para se instalar. E são muitos os que aproveitam para ver um conjunto de séries para as quais, no passado, não tínhamos tanto tempo. Fazem-se verdadeiras maratonas, sozinhos ou com os amigos, para estar a par das melhores propostas.

E se já viu e reviu o verdadeiro clássico que é a série “Friends” e já está rendido ao grande êxito do momento “It’s a Sin”, saiba que não faltam novidades confirmadas ao nível de séries e conteúdos na HBO Portugal para este ano.

Dos cineastas nomeados para os Óscares® Kirby Dick & Amy Ziering e Amy Herdy, “Allen v. Farrow” (estreou a 22 de Fevereiro) é uma série documental de quatro partes que vai além de décadas de manchetes sensacionalistas para revelar a história privada de um dos mais conhecidos e falados escândalos de Hollywood: a acusação de abuso sexual contra Woody Allen, que envolvia Dylan, a sua filha fruto da relação com Mia Farrow, o julgamento de custódia subsequente, a revelação do relacionamento de Allen com a filha de Mia Farrow, Soon-Yi, e as consequências controversas nos anos que se seguiram. A série cruza um novo trabalho de investigação – desenvolvido através de imagens retiradas de filmes caseiros, documentos judiciais, evidências policiais, imagens de vídeo reveladoras e cassetes de áudio – com entrevistas de testemunhas oculares.

Numa outra vertente, “Genera+ion” – criada por Zelda Barnz e Daniel Barnz -, acompanha um grupo de estudantes do ensino secundário, cuja exploração da sexualidade moderna testa crenças enraizadas sobre a vida, o amor e a natureza da família, na sua comunidade conservadora.

Também de jovens trata a série “We Children From Bahnhof Zoo” – inspirada na autobiografia best-seller de Christiane F., “Os Filhos da Droga” – estreada a 27 de Fevereiro. É um drama que segue a história de seis adolescentes à procura do seu lugar no mundo, no meio de uma Berlim intemporal.

Para os fãs dos heróis clássicos da BD, estreia a 18 de Março a nova longa-metragem da Warner Bros. Pictures e da DC, “Liga da Justiça de Zack Snyder”. Aí Bruce Wayne (Ben Affleck) está determinado a garantir que o sacrifício final do Super-Homem (Henry Cavill) não foi em vão, e junta forças com Diana Prince (Gal Gadot) para recrutar uma equipa de meta-humanos para proteger o mundo de uma ameaça iminente de proporções catastróficas. O problema é que, embora unidos, Batman, Mulher Maravilha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller), pode já ser demasiado tarde para salvar o planeta.

Já no mês de Abril chega “The Nevers”. Passada no século XIX em Londres, nos últimos anos do reinado da rainha Victoria, a série gira em torno de um grupo de pessoas – principalmente mulheres -, os Touched (Tocados), que de repente manifestam habilidades incomuns. Liderados por Amalia True (Laura Donnelly) e Penance Adair (Ann Skelly), os Touched usam os seus novos poderes para lutar em nome dos membros esquecidos da história. São defensores desta nova subclasse, criando um lar para os Touched, enquanto lutam para abrir espaço para aqueles para quem a história como a conhecemos não tem lugar.

A partir de 2 de Abril poderemos contar com “Manifest”. Na terceira temporada (mais de um ano se passou desde o regresso milagroso do voo 828 e a descoberta de outras pessoas que regressaram misteriosamente), enquanto a família Stone se esforça para manter os seus amigos seguros e fazer os seus inimigos acreditarem no inacreditável, novos desafios irão testar a sua confiança nos “chamamentos” e uns nos outros. Mas permanecerem juntos é mais importante do que nunca, porque está tudo interligado.

A 19 de Abril chega “Mare of Easttown”, a mini-série protagonizada pela vencedora do Óscar®, Emmy® e Globos de Ouro®, Kate Winslet, no papel de Mare Sheehan, uma detective da Pensilvânia que investiga um homicídio local à medida que a sua própria vida desaba. A mini-série – criada e escrita por Brad Ingelsby, conta com realização de Craig Zobel, numa co-produção da HBO com a wiip – explora o lado negro de uma comunidade unida e como a família e as tragédias do passado podem definir o presente.

Já em Maio chega a quarta temporada da série de drama “In Treatment”, vencedora do Emmy®. A história passa-se em Los Angeles, nos dias de hoje, e traz um trio diversificado de pacientes em sessão com Brooke, para ajudar a ultrapassar várias preocupações modernas. Questões como a pandemia global e as recentes grandes mudanças sociais e culturais são o pano de fundo para o trabalho que Brooke vai desenvolver – enquanto lida com complicações na sua própria vida.

Mas há muito mais reservado para este ano. Em “Scenes from a Marriage”, Hagai Levi pega na série pioneira dos anos 70, de Ingmar Bergman, e leva a história da Suécia para a América. Oscar Isaac e Jessica Chastain são o casal em destaque na série, com uma relação de uma década, desde a renovação de votos passando por um divórcio e até uma reconciliação ilícita. Também na temática do amor, aguarda-se para este ano a série “Made for Love”, uma história sombria, insensata e cinicamente dolorosa de divórcio e vingança, baseada no romance de Alissa Nutting. A série mostra o quão longe algumas pessoas vão por amor e mais longe ainda outras vão para o destruir.

Já na mini-série “The White Lotus” – do escritor, realizador e produtor executivo Mike White –, a história desenrola-se num resort e acompanha os feitos de vários convidados e empregados, ao longo de uma semana. É protagonizada por Murray Bartlett, Connie Britton, Jennifer Coolidge, Sydney Sweeney, Steve Zahn e Molly Shannon.

Para 2021 está também reservada uma nova versão de “Gossip Girl”, com Joshua Safran, escritor e produtor executivo da série original, que volta como o criador da série. Com um elenco novinho em folha, mas com uma das personagens favoritas que volta: Kristen Bell como a voz da Gossip Girl.

Num registo mais sério, o filme “Oslo” – originalmente uma peça de J. T. Rogers, vencedora de um Prémio Tony – conta a verdadeira história dos Acordos de Paz de Oslo de 1993, que foram concebidos pelo casal norueguês Mona Juul (Ruth Wilson) e Terje Rød-Larsen (Andrew Scott).

Já “Kung Fu” debruça-se sobre a vida de uma jovem sino-americana (Olivia Liang), que abandona a faculdade e parte numa viagem de mudança de vida, para um mosteiro isolado na China. Quando regressa e encontra a sua cidade natal invadida pelo crime e pela corrupção, usa as artes marciais e os valores do Mosteiro Shaolin para proteger a sua comunidade e levar os criminosos à justiça. Inspirada pela série original de Ed Spielman, é criada por Christina M. Kim.

No que diz respeito a produção original da HBO Europe, além de “Vitals”, que estreou recentemente (que faz um retrato intenso, comovente e cheio de esperança da vida num hospital de Barcelona durante os momentos mais difíceis da pandemia causada pela Covid- 19), é esperada a nova produção original espanhola “Todo lo Outro”. Além destes dois conteúdos, chegará a estreia da primeira produção original dinamarquesa, “Kamikaze”, a série de documentários suecos sobre crimes reais, “Pray, Obey, Kill”, e o drama norueguês, “Welcome to Utmark”. Em produção está a segunda temporada da série “Beforeingners”, que vai estrear ainda este ano.

Na HBO Portugal vão ainda estrear novas temporadas de alguns dos conteúdos favoritos do público: “Succession”, “Insecure”, “Calma, Larry”, “A Black Lady Sketch Show”, “Betty”, “Roswell: New Mexico”, “Why Women Kill”, “Pose”, “Doom Patrol”, “Barry” e “Auga Seca”.

Num futuro próximo já se sabe que chegará a tão esperada prequela de “A Guerra dos Tronos” (que estará a celebrar dez anos do primeiro episódio em Abril de 2021) , “House of Dragon”, “And Just Like That…” e a segunda temporada de “Euphoria”.

Marcas icónicas

Uma série de grandes novidades que saem ainda mais reforçadas com a actualizção dos serviços de streaming da marca HBO que, na Europa, vão começar a ser actualizados para HBO Max ainda este ano. A HBO Max apresenta uma ampla variedade de storytelling para todos os públicos das marcas HBO, Warner Bros., DC, Cartoon Network, Adult Swim, Turner Classic Movies e muito mais.

A plataforma foi inicialmente lançada nos Estados Unidos. Este ano, expande-se para a América Latina e os serviços de streaming da marca HBO na Europa (Países Nórdicos, Espanha, Europa Central, Bálticos e Portugal) serão actualizados para HBO Max.

Este artigo faz parte do Caderno Especial “Cinema em Casa”, publicado na edição de Março (n.º 296) da Marketeer.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...